DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Amazon quer contratar 100.000 para suprir nova demanda de pedidos online

AmazonO temor de fazer compras nos supermercados, para assim evitar contato com outros, tem levado a população americana a fazer todas as suas compras online. Com a demanda, a Amazon decidiu contratar 100.000 pessoas somente nos Estados Unidos para acompanhar a enxurrada de pedidos, à medida que o coronavírus se espalha.

A empresa varejista on-line disse que também aumentará temporariamente o salário dos seus funcionários em US $ 2 por hora, até o final de abril. O aumento será para trabalhadores dos centros e distribuição, e do supermercados Whole Foods, que ganham pelo menos US $ 15 por hora.

A empresa, com sede em Seattle, disse que as novas vagas de emprego são em período integral e meio período, para motoristas para entrega e trabalhadores dos centros de distribuição, que embalam e enviam pedidos aos compradores.

“Estamos vendo um aumento significativo na demanda, o que significa que nossas necessidades de mão-de-obra também aumentaram sem precedentes para esta época do ano”, disse Dave Clark, que supervisiona os centros de processamento e entrega da Amazon.

LEIA TAMBÉM  Artistas plasticos se unem para ajudar as vítmas do Tsunami

Atraso nas entregas

A Amazon declarou no final de semana que uma onda inesperada de pedidos está colocando as operações sob pressão e gerando atraso nas entregas. A empresa tem alertado os clientes que as entregas poderão demorar mais do que os dois dias usuais.

A empresa também confirmou a falta temporária de produtos de limpeza e de higiene, e afirma que está trabalhando para obter mais estoque.

A Amazon já é o segundo maior empregador dos Estados Unidos – atrás somente do Walmart- com quase 800.000 trabalhadores em todo o mundo.

Para mais informações sobre as vagas disponíveis em sua região, acesse www.amazon.jobs.

Comments

comments

Tags: ,,,

Vanuza Ramos
Vanuza Ramos
Vanuza Ramos formou-se em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba-UEPB. Há 10 anos vive nos Estados Unidos, onde também desenvolve atividades culturais voltadas para a comunidade brasileira. Como escritora, participou das duas edições da coletânea “Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras”. Seu portfolio inclui também trabalhos na área de Produção de Eventos e Shows, Public Relations e Marketing.



282