DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Washington Post confirma nome de Garganta Profunda

Mark Felt disse que só revelou o segredo à família em 2002
O jornal americano The Washington Post confirmou nesta terça-feira que o segundo em comando do FBI (a polícia federal americana) em meados da década de 70, Mark Felt, hoje aposentado, é o lendário “Garganta Profunda” – a fonte que forneceu informações cruciais no caso Watergate.
O caso culminou com a renúncia do presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, em 9 de agosto de 1974.

A confirmação de que Felt ajudou os repórteres Bob Woodward e Carl Bernstein a revelarem os desdobramentos do caso, foi feita em declaração no website do Washington Post.

Felt, de 91 anos, revelou para a revista americana Vanity Fair que era a fonte, um dos maiores mistérios da história do jornalismo moderno.

Os dois jornalistas haviam se comprometido a divulgar o nome do informante apenas depois de sua morte.

Família

Felt disse à revista que só admitiu seu segredo para a sua família em 2002, quando sua filha confrontou-o depois de ter sido alertada para o fato por um de seus assessores mais próximos.

O “Garganta Profunda” recebeu esta dominação devido a um filme pornô famoso na época do escândalo.

O informante teria dado dicas valiosas aos repórteres que investigavam o envolvimento de Nixon (na época presidente republicano dos Estados Unidos) com espionagem na sede do Partido Democrata americano, no edifício chamado Watergate.

A mais valiosa dica teria sido “siga o dinheiro”, imortalizada no filme sobre o caso, Todos os Homens do Presidente, de 1976.

Watergate levou a um fato inédito na história americana, que nunca mais repetido: a renúncia de um presidente.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196