DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Você sabe o que é sino Tibetano e quais seus benefícios?

Muitos falam que os sinos tibetanos são antigos instrumentos musicais originários no Himalaia e que se espalharam por toda a Ásia, dizem que da sua origem Tibet só têm o nome. Mas, de certo mesmo é que o som que esses sinos de metal emitem é lindo e curativo.
Parecem mais com potes redondos, feitos de uma liga específica de sete metais – prata, ouro, ferro, cobre, mercúrio, estanho e chumbo, que correspondem os setes astros do nosso sistema solar.

Som é curativo?
Serve como base da musicoterapia, onde determinados sons afetam, de forma específica, as células do nosso organismo e, com isso, podem influenciar positivamente as funções do organismo e nas emoções.
Mesmo que você não acredite nesse poder de cura dos sons produzidos pelos sinos tibetanos, não podemos negar que este é um som profundamente relaxante usado muitas vezes na yoga e em meditação.

Os setes metais para fazer os sinos como já falei correspondem aos astros do nosso sistema solar.
Prata para a Lua, ferro para Marte, mercúrio para Mercúrio, cobre para Vênus, estanho para Júpiter, chumbo para Saturno e ouro para o Sol.
Os bastões para tocar os sinos tibetanos são feitos em madeira.

Dependendo do local de origem dos sinos tibetanos, estes podem ter desenhos gravados em sua superfície (interna e externamente) ou lisos.
O seu som dos sinos tibetanos regeneram tecidos através da vibração. Terapeuticamente pode usar o sino sobre o local do corpo a ser tratado (aumentando seu efeito pela proximidade do som do corpo) ou apenas perto da pessoa que está sendo tratada.

Os principais benefícios de sinos tibetanos usados em massagem sônica e musicoterapia são:
Relaxar corpo e mente
Ativa a criatividade
Alivia tensões emocionais
Renova a energia
Alivia o estresse
Reduz dores musculares

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags:

Samantha Di Khali
Samantha Di Khali
Psicóloga, radialista e empresária, é gaúcha, mas reside em São Paulo. Mais de 18 anos de experiência em grandes rádios e TV brasileiras. Atualmente é colunista do portal Band.com.br.
199