DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Você é uma pessoa enfezada?

Antes de você responder, pense em mais esta pergunta. Você sabe a origem da palavra enfezada? Enfezada significa cheia de fezes. Isso mesmo. Acontece que o acúmulo de fezes nos intestinos causa alteração no humor, porque incomoda e perturba com uma sensação de dor leve, mas que permanece por muito tempo. Como uma pedra no sapato.

Já no Século V a. C., Galeno colocava como uma das cinco leis para a boa saúde, ir ao banheiro todos os dias. E depois de tanto tempo não é difícil encontrarmos pessoas dizendo com muita naturalidade que só fazem cocô uma ou duas vezes por semana. Isso não é nada bom para a saúde.

Várias coisas podem causar esse problema, má alimentação, medicamentos, intolerância alimentar, alterações neurológicas, hipotireoidismo, diabetes, doenças colorretais, viagens, alteração na rotina, gravidez e abuso de laxantes. Se tirarmos da lista as doenças e a gestação, as demais causas são comportamentais e isso quer dizer que podemos controlar ou mudar. Pequenas mudanças na alimentação, na maioria das vezes, já é o suficiente para que os intestinos comecem a funcionar normalmente.

A vontade de ir ao banheiro, quando surge, precisa ser atendida. Isso porque esse reflexo quando passa, só vai ocorrer novamente algumas horas depois. Com isso as fezes ficam mais tempo no intestino e mais tempo a água dessas fezes será absorvida, fazendo com que elas fiquem cada vez mais duras e ressecadas. Então não é difícil entender que quanto mais tempo no intestino, mais difíceis de serem eliminadas. Muitas vezes ficam tão endurecidas que precisam de intervenções hospitalares para serem retiradas.

Mas, falando em como resolver o problema, podemos dizer que a primeira coisa a se estabelecer é uma dieta adequada e para isso a palavra mágica é fibra. As fibras alimentares são capazes de “irritar” levemente a parede do intestino e com isso aumentar os movimentos intestinais que são responsáveis por encaminhar as fezes para serem eliminadas. As fibras existem nos vegetais, principalmente nas folhas e nos bagaços das frutas. Daí a recomendação de comer a laranja e não apenas tomar o suco. Na maioria das vezes o consumo de uma laranja por dia, já é o suficiente para que se consiga ir ao banheiro todos os dias.

A segunda coisa é estabelecer uma rotina. É verdade que a maioria das pessoas não se sente à vontade de ir ao banheiro que não seja da sua própria casa. Então, escolha um horário no qual você esteja sempre em casa, por exemplo pela manhã. Se você comer uma laranja de sobremesa após o almoço, é muito provável que o reflexo da defecação ocorra no dia seguinte pela manhã, após o café da manhã. E, sim, tomar o café da manhã em casa também é importante. A não ser que você prefira ficar enfezada.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,,

Ivani Manzo
Ivani Manzo
Dra. Ivani Manzo é doutora em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP – EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Em 2010 iniciou seus estudos em Life Coach e desde então trabalha ajudando as pessoas a alcançarem seus objetivos.
227