DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Verdão vence Ponte e segue invicto com Leão

O Palmeiras manteve, nesta quarta-feira, a série invicta desde a chegada do Leão ao comando da equipe. Na sétima partida do treinador, o Verdão conquistou a quarta vitória, desta vez sobre a Ponte Preta por 2 a 1, gols de Marcinho, de pênalti, e Gioino para o Verdão, e Kahê descontando para a Macaca. Com a vitória o Palmeiras foi a 28 pontos, enquanto a Ponte permaneceu com 33. No próximo sábado, o alviverde recebe o Internacional no Parque Antartica. No domingo, a Ponte Preta enfrenta o Corinthians no estádio Moisés Lucarelli.

O Palmeiras começou o jogo perdendo duas chances antes dos 10 minutos, primeiro com Gioino, de fora da área, depois com Daniel, de cabeça. Em ambas Lauro defendeu com segurança. Os times demonstravam muito respeito um pelo outro, com cuidados defensivos e pouca ousadia no ataque. Nas outras (e poucas) chances que teve no ataque, o Verdão seguiu falhando na finalização, um dos fundamentos mais treinados por Leão durante a semana. Aos 15 minutos, os laterais Fabiano e Correa perderam chances seguidas de gol.

Até que, aos 33 minutos, Correa cruzou da direita e o árbitro marcou pênalti de Galeano, que agarrou Gioino na pequena área. Marcinho bateu bem e fez seu décimo gol no campeonato. Palmeiras 1 a 0. O gol deu novo ânimo às equipes. Aos 36 minutos, Bruno cabeceou por cima uma bola bem cruzada por Ângelo. No lance seguinte, Marcinho cruzou rasteiro na área e Gioino perdeu um gol feito. A primeira etapa terminou com um placar justo.

O segundo tempo começou com duas alterações no Palmeiras: Roger e Washington entraram nos lugares de Reinaldo e Warley, respectivamente. Mas foi a Ponte quem começou atacando mais, com Rissut e Danilo obrigando Sérgio a fazer duas boas defesas. O Palmeiras respondeu logo depois, com Roger, que tabelou com Gioino e chutou para fora.

Os times continuavam sem mostrar criatividade no ataque e as chances de gol diminuíram na etapa final. Mas, aos 33 minutos, Gioino aumentou completando de primeira o passe de cabeça de Daniel após cruzamento de Marcinho da esquerda. A torcida do Palmeiras ainda comemorava quando, aos 36 minutos, Correa pôs a mão na bola dentro da área. Pênalti que Kahê bateu para diminuir. O time de Campinas ainda tentou o empate, mas o Palmeiras conseguiu conter a pressão e sair de campo com uma importante vitória.

Palmeiras 2 x 1 Ponte Preta

Estádio: Parque Antartica, em São Paulo (SP)

Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP)

Gols: Marcinho, de pênalti, aos 35 minutos do primeiro tempo; Gioino, aos 33 minutos e Kahê, de pênalti, aos 36 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Juninho Paulista (PAL), Correa (PAL), Carlinhos (PON), Marcinho Guerreiro (PAL) e Izaías (PON).

Palmeiras: Sérgio, Correa, Daniel, Gamarra e Fabiano; Marcinho Guerreiro, Reinaldo (Roger), Juninho Paulista e Marcinho; Warley (Washington) e Gioino (Baiano).Técnico: Leão.

Ponte Preta: Lauro, Rissutt, Galeano, Rafael Santos e Bruno; Éverton, Ângelo, Carlinhos (Iran), Danilo (Luciano Santos) e Evando (Izaías); Kahê.Técnico: Zetti.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152