DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Vendas de imóveis usados nos EUA caem 2,6% em julho

As vendas de imóveis usados nos EUA caíram 2,6% em julho, para uma taxa anualizada de 7,16 milhões de unidades, contra o recorde de 7,33 milhões de unidades registradas em junho, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Associação Nacional de Corretores de Imóveis dos EUA.

O recuo nas vendas veio apesar do cenário econômico positivo, com o crescimento da oferta de postos de trabalho, baixas tarifas hipotecárias e aumento de salários no país. A economia americana criou 207 mil postos de trabalho no mês passado e o desemprego se estabilizou em 5%.

Segundo analistas, as tarifas hipotecárias baixas e salários maiores estão atenuando o efeito do crescimento dos preços de imóveis e devem manter o setor imobiliário como um dos pontos de apoio do atual crescimento econômico dos EUA nos próximos meses. Dado o resultado recorde do mês passado, o recuo nas vendas neste mês era visto como normal.

A expectativa, no entanto, era um pouco menos negativa, de uma queda de 1,1%.

O preço médio de um imóvel usado nos EUA subiu 0,5% no mês passado, para US$ 218 mil, contra os US$ 217 mil em junho, de acordo com a associação. Em relação a junho de 2004, o preço médio está 14% mais alto. Segundo a associação, a alta de preços de imóveis no país está “perto do pico” e os preços das casas devem subir em um ritmo menos acelerado em 2006.

A taxa média de hipoteca fixa de 30 anos ficou em 5,69%, contra a média de junho, de 5,58%.

O resultado das vendas de imóveis novos nos EUA deve ser divulgado amanhã pelo Departamento do Comércio.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153