DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Vasco reencontra o Brasiliense olhando para cima na tabela

O Vasco ainda não está totalmente livre da ameaça de rebaixamento. Mas, a julgar pelo que apresentou nas últimas rodadas, o cruzmaltino já pode se dar ao luxo de sonhar com algo mais do que brigar apenas para se manter na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Sem perder há quatro jogos, o Vasco começa o segundo turno olhando para cima, já vislumbrando uma vaga na Copa Sul-Americana. Para subir na tabela e ver a “zona de desespero” cada vez mais longe, o time de Renato Gaúcho precisa vencer o Brasiliense, nesta quarta-feira, às 20h30m, em São Januário.

Curiosamente, a equipe carioca deve a um erro de seu próximo adversário, pontos que hoje lhe estariam fazendo muita falta. No dia 24 de abril, na primeira rodada da competição, as duas equipes empataram em 2 a 2 no estádio Boca do Jacaré. A partida deveria ter sido disputada com portões fechados, por causa de uma punição ao Brasiliense imposta pela Justiça Desportiva. Mas a equipe do Centro-Oeste descumpriu a determinação, foi punida novamente e o Vasco acabou ficando com os três pontos, como se tivesse vencido o jogo.

As duas equipes vão se reencontrar em uma partida daquelas chamadas de “seis pontos”. Isso porque, o Brasiliense tem os mesmos 25 pontos que o Vasco. Em 16º lugar na tabela, o cruzmaltino está uma posição acima do Brasiliense, vencendo o adversário no número de vitórias: 7 a 6.

Nesta quarta, o Vasco terá a volta de seu principal armador. “Motorzinho” do time desde a chegada de Renato, Morais retorna recuperado de uma lesão na coxa esquerda que o tirou da partida contra o Paraná Clube no último domingo. Ele atuará ao lado de Fernandinho com a missão de municiar Alex Dias e Romário. O jogador credita seu bom momento ao trabalho com o treinador:

– O Renato chegou aqui no clube e deu moral para a gente. Transformou o clima pesado de antes num clima mais alegre. O ambiente está melhor agora. Trabalhar com felicidade é muito melhor. O treinador teve paciência de esperar e eu fui ganhando ritmo. Agora estou mais confiante em campo e com menos medo de errar – disse.

Joel Santana não guarda mágoa do Vasco

O jogo contra o Vasco marcará o retorno do técnico Joel Santana a São Januário. Demitido no início da temporada, após o fracasso do time no Estadual e na Copa do Brasil, Joel foi contratado pelo Brasiliense para comandar uma equipe cuja espinha dorsal é formada por jogadores experientes como Marcelinho Carioca, Iranildo, Oséas e Vampeta. O treinador diz não guardar mágoa por ter sido dispensado:

– Não há como eu ter mágoa do Vasco. É o clube que me projetou, na qual ganhei muitos títulos. Sou amigo de todo mundo em São Januário, do Eurico Miranda ao Romário, passando pelos funcionários do clube. Os massagistas Gato e Severino me conhecem desde criança, quando comecei a jogar bola – lembrou Joel.

Vasco x Brasiliense

Estádio: São Januário

Horário: 20h30m

Árbitro: Lourival Dias Lima Filho (BA), auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha Matos (BA) e Kléber Moradillo da Silva (BA)

Vasco: Roberto, Claudemir, Fábio Braz, Vergara e Diego; Ygor, Osmar, Morais (Abedi) e Fernandinho; Alex Dias e Romário. Técnico: Renato Gaúcho.

Brasiliense: Eduardo; Gérson, Régis e André Turatto; Dida, Vampeta, Deda, Alex Oliveira e Márcio Careca; Iranildo e Oséas. Técnico: Joel Santana.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152