DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

TV exibe imagens de Sobel furtando gravatas

O Jornal da Record exibiu, na quarta-feira, 6, imagens inéditas do rabino Henry Sobel sendo preso na Flórida, em 23 de março, após furtar uma gravata de grife. A reportagem também informa que Sobel já teria sido denunciado outras duas vezes por furto nos Estados Unidos.

O presidente afastado do rabinato da Congregação Israelita Paulista (CIP) teria furtado um cachecol no dia 5 de julho de 1995, mas a loja não quis abrir processo. Ele também teria furtado uma camisa em 24 de julho de 2003.

As imagens mostram o rabino retirando de uma gaveta a gravata e depois a esconde no bolso. Quando Sobel saiu da loja, a polícia já havia sido acionada e esperava do lado de fora.

Uma policial faz com que ele confesse o furto na frente da câmera que estava no veículo. Em inglês, Sobel confessa também ter outras gravatas escondidas no carro.

O rabino passou uma noite na cadeia, em Palm Beach, e foi liberado após pagar fiança de US$ 3 mil (R$ 6 mil).

Na última semana, Sobel conseguiu um acordo com a Justiça americana e cumprirá pena de 100 horas de serviços comunitários no Brasil. O advogado de Sobel, Marc Shiner, terá que voltar aos Estados Unidos para prestar contas do andamento da pena do rabino.

Segundo o Jornal da Record, Sobel disse que desconhecia ocorrências de furtos anteriores.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153