DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Tropas da ONU deixam o Timor Leste

As tropas de paz das Nações Unidas deixam o Timor Leste nesta sexta-feira, reduzindo a missão de paz da ONU no país a um pequeno grupo de civis.

A ONU vem apoiando o Timor Leste desde que o pequeno país decidiu se tornar independente da Indonésia, num plebiscito em 1999.

A votação foi marcada pela violência, que deixou cerca de 1.500 mortos.

Em 20 de maio de 2002, depois de dois anos sob a administração da ONU (Organização das Nações Unidas), o Timor Leste se tornou o país mais jovem do mundo, mas a organização manteve a missão no país.

Mesmo com a saída das tropas de paz, a luta pela autonomia continua. O próprio presidente, Xanana Gusmão, admite que o Timor Leste depende da ajuda externa.

A ONU chegou a ter nove mil capacetes azuis no Timor Leste. Agora os últimos 1.300 que restavam estão arrumando as malas e batendo em retirada.

Seis anos depois de ter decidido enviar as tropas para o país, o Conselho de Segurança concluiu que elas não são mais necessárias, mas resolveu manter uma pequena equipe de conselheiros por mais um ano.

O Timor Leste ainda tem de lidar com a herança deixada pelas milícias pró-Jacarta: assassinatos em massa, deportações forçadas e destruição da infra-estrutura –tudo perpetrado, muitos acreditam, com o apoio das forças de segurança indonésias.

Com esse passado, o caminho da independência do Timor Leste tem sido longo e difícil.

A economia, amplamente baseada no café, no petróleo e nas exportações de gás, ainda não está criando empregos suficientes. A incipiente força policial ainda está aprendendo o ofício. E apenas um quarto dos suspeitos indiciados pela violência que se seguiu ao plebiscito de 1999 foram levados a julgamento.

O Timor Leste e a Indonésia recentemente criaram conjuntamente a Comissão da Verdade e da Amizade, mas ela não terá poder para emitir condenações.

Seis anos depois, os dois governos se esforçam para estabelecer um novo relacionamento para o futuro, ainda que isso signifique deixar a justiça de lado.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196