DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Tribunal bloqueia bens do governo palestino nos EUA

Um tribunal federal americano congelou todos os bens que a Autoridade Nacional Palestino possui nos Estados Unidos – estimados em US$ 1,3 bilhão.
A decisão do tribunal de Rhode Island foi tomada porque a ANP deixou de pagar indenizações à família de um casal judeu morto por militantes do grupo islâmico Hamas em 1996.

Tanto a ANP como o Hamas foram condenados nos Estados Unidos a pagar indenização à família, de acordo com uma lei americana que permite processos contra grupos que matam cidadãos do país.

O representante do governo palestino, Hasan Abdel Rahman, diz que a decisão paralisou os trabalhos de seu escritório.

Salários atrasados

O americano Yaron Ungar e sua mulher, Efrat, que era israelense, foram mortos em Israel quando voltavam de um casamento perto da Cisjordânia.

Seu carro foi atacado com tiros por militantes, e três integrantes do Hamas foram presos em conexão com o crime.

Os parentes de Ungar entraram com uma ação contra o Hamas em Rhode Island em 2000, em uma tentativa de fazer a liderança do grupo ser responsabilizada pelo episódio.

A Organização pela Libertação da Palestina (OLP) e a ANP também foram indiciadas por supostamente proverem o Hamas de um lugar seguro para planejar suas operações.

Em maio, o tribunal já havia proibido a ANP de fazer uso de seus recursos nos Estados Unidos enquanto era tomada uma decisão sobre a decisão, e Rahman diz que há três meses não consegue pagar seus funcionários.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
170