DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Terremoto no Japão deixa 500 feridos e tira 3.000 de suas casas

Quase três mil pessoas foram retiradas de suas casas na prefeitura de Fukuoka, ilha de Kyushu, no Japão, devido a ameaça de deslizamentos e desabamentos, que podem ser provocados pelos tremores que atingem a região.

Um terremoto de 7 graus na escala Richter atingiu a área neste domingo e, desde então, mais de cem réplicas foram registradas. Ao menos 500 pessoas ficaram feridas devido ao tremor principal.

Também em Kyushu foi registrada a única morte devido ao terremoto: uma mulher de 75 anos morreu depois que uma pedra caiu sobre ela.

Outra região bastante atingida pelo tremor foi a ilha de Genkai, próxima ao epicentro do terremoto principal. Ao menos 780 casas foram danificadas e 18 delas destruídas, segundo a Agência Nacional da Polícia. Equipes de resgate percorreram a região nesta segunda-feira.

O tremor de 7 graus, um dos mais fortes a atingir a região nos últimos anos, fez com que as autoridades locais emitissem um alerta de um possível maremoto, suspenso cerca de uma hora depois.

Novo tremor

Um comunicado oficial da agência também informou que há 10% de chances de que um novo tremor, que pode chegar a 6,5 graus, atinja a mesma região dentro dos próximos três dias.

Um tremor de 7 graus na escala Richter pode devastar áreas densamente populosas, o que não é o caso da região sul do Japão. Além da região ser menos povoada, os sistemas de resistência a terremotos do país minimizaram os impactos do tremor.

Localizado sobre o Anel de Fogo do oceano Pacífico, o Japão é um dos países que mais sofre com tremores de terra no mundo. Em 1997, um tremor de 7,3 graus matou 6.443 pessoas na cidade de Kobe, a oeste do país.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
291