DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Tempestades matam 28 e desabrigam 2 mil no Rio de Janeiro

As tempestades deixaram pelo menos 28 mortos, 2.044 desabrigados e 12.181 desalojados no Rio de Janeiro, segundo informações do Corpo de Bombeiros. As fortes chuvas castigam o estado desde o último dia de 2006. Em Minas, foram 17 mortes desde o início do período chuvoso, em outubro. No Espírito Santo, são seis as vítimas fatais desde novembro e, em São Paulo, neste mês foram registradas duas mortes por causa das tempestades.

Na madrugada de ontem, outro caso foi registrado. Pelo menos uma mulher morreu e uma pessoa ficou ferida quando o carro em que viajavam caiu em um rio, num trecho interditado da rodovia BR-356, que liga Campos a Itaperuna, no norte Fluminense, por causa das chuvas.

Calamidade

O governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, assinará nos próximos dias os primeiros decretos instituindo estado de calamidade pública nos municípios que foram atingidos pelas fortes chuvas. Ele explicou ontem que aguarda apenas a solicitação dos prefeitos de cada município para tomar as medidas, que facilitam o apoio às populações atingidas, incluindo compras sem licitação.

Os casos mais críticos ocorreram na região serrana, principalmente no município de Nova Friburgo. Em alguns trechos, o rio Paraíba do Sul transbordou. “Vamos contar com a ajuda do governo federal, que terá recursos para mandar para os municípios”, disse o governador pela manhã, durante visita ao Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia (Into).

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152