DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Tempestade

A tempestade tropical “Adrián” avança em direção à América Central com ventos de 95 quilômetros por hora e ameaça se transformar em um furacão, informou nesta quarta-feira o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês).

O NHC, com sede em Miami, advertiu em seu boletim das 18.00 horas que “Adrián” poderia ganhar intensidade nas próximas 24 horas e “se transformar em furacão na quinta-feira”.

O governo de El Salvador está sob alerta de furacão, Honduras emitiu um alerta de tempestade para a costa do Pacífico, e continua vigente um alerta de tempestade para Guatemala, informou o NHC.

Um alerta de furacão significa que espera-se que as condições meteorológicas desse fenômeno mudem em um prazo de 24 a 36 horas; para um aviso de tempestade o período é de 24 horas ou menos.

O centro da tempestade estava, às 18.00, cerca de 475 quilômetros a sudoeste de San Salvador.

“A América Central deve vigiar muito de perto o progresso desse sistema”, advertiu o NHC.

Enquanto “Adrián” se fortalecia, o governo de El Salvador decidiu elevar o alerta de “verde” para “laranja”.

Em Honduras, o presidente Ricardo Maduro, em entrevista coletiva, afirmou que o país tem capacidade para enfrentar uma emergência, desde que ela não seja de grande magnitude.

O governo hondurenho decretou hoje os alertas de prevenção “verde” para todo o território nacional, e “amarelo” no oeste e no sul do país, por onde a tempestade tropical deve entrar.

Na Guatemala, as autoridades elevaram o alerta de “amarelo” para “laranja”, diante da iminente chegada da tempestade “Adrián”, que ameaça afetar mais de 400.000 habitantes do litoral do Pacífico.

O secretário executivo da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres, Hugo Hernández, explicou à EFE que o “alerta laranja” determina a mobilização do pessoal das sedes regionais para que estejam preparados para a emergência.

Na Nicarágua, as autoridades decretaram hoje um “alerta verde” para a região do Pacífico e do norte do país, segundo informou a Defesa Civil em comunicado.

Além disso, o estado mexicano de Oaxaca (sul), no Pacífico, foi declarado hoje em estado de alerta, em função da proximidade da tempestade tropical e depois que três rios transbordaram devido às fortes chuvas.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196