DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Taxas de imigração têm aumento médio de 66%

A administração Bush anunciou a elevação, a partir de 30 de julho, nos preços das taxas de procedimentos de imigração, o que fará com que dobre o custo de entrada no pedido de cidadania e quase triplique o custo para solicitação de residência permanente.

As novas taxas refletem uma média de 66% de aumento, o que levou alguns membros do Congresso a criticarem a iniciativa, qualificando-a como um “muro” que poderá barrar o acesso de imigrantes pobres à cidadania norte-americana. Agentes do Serviço de Imigração e Cidadania afirmam que o aumento é essencial para que a agência possa reduzir sua sobrecarga e agilizar o serviço.

– O motivo pelo qual estamos elevando as taxas é que nós precisamos do dinheiro. Muitas pessoas serão afetadas, não há como embelezar a situação”, disse Emilio T. Gonzales, diretor de Serviços de Imi-gração e Cidadania.

Gonzales disse que 99% do orçamento da agência saem do pagamento de taxas de usuários, de acordo com um sistema do Congresso desenvolvido sob o princípio de que os custos de cidadania devem provir dos imigrantes, e não dos demais contribuintes.

A estimativa é de que os recursos adicionais somarão $2,3 bilhões, que serão utilizados na contratação de 1,5 mil agentes de imigração, compra de computadores e aprimoramento dos treinamentos, entre outras iniciativas.

A elevação atinge praticamente todos os serviços de imigração. O custo de trazer para o país uma noiva ou noivo estrangeiro subirá de $170 para $455. O custo para emissão de um green card, ou visto de residência permanente aumentará de $325 para $930, e o custo de trâmite dos papéis de cidadania aumentará de $330 para $675.

Os aumentos surgem em um momento em que o Senado debate uma ampla modificação na lei de imigração, que poderá dar aos imigrantes nos Estados Unidos acesso à legalização de status. Gonzales afirmou que os aumentos não foram anunciados levando em conta as discussões sobre a lei de imigração.

De acordo com dados de março do Pew Hispanic Center, mais de 50% dos imigrantes legais tornaram-se cidadãos, o nível mais elevado no último quarto de século.

Apesar dos números, as taxas de imi-gração não são revisadas desde 1998. Com um orçamento cada vez mais apertado, menos dinheiro tem sido investido em tecnologia. Mesmo após os ataques terroristas de 11 de setembro que demandaram novas checagens de segurança e de antecedentes, a agência de imigração tem baseado amplamente suas checagens em arquivos de papel.

Emenda propõe cobrança de $8,5 mil por H-1B
O senado aprovou emenda que poderá mais do que triplicar o valor da taxa para emissão do visto H-1B. A emenda, de autoria do senador Bernie Sanders, originalmente propôs a elevação dos atuais $1,5 mil para $8,5 mil, por visto. No entanto, a versão aprovada no senado, por 59 votos a 35, prevê a cobrança de $5 mil por visto.

Novos preços:
• Pedido de visto de noivo/noiva $455
• Pedido de visto para esposa ou
filho menor, por portador de green card $355
• Emissão de green card $930
• Renovação ou 2a via de green card $370
• Cidadania $675
• Cidadania para menor de 14 anos $600
• Digitais eletrônicas $ 80
• Pedido de autorização de trabalho
(Employment authorization application
Form I-765) $340
• Petição de trabalho imigrante
(Immigrant work petition – I-140) $475

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
165