DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Sony anuncia corte de 10 mil empregos até 2008

Apesar de sucesso do PSP, Sony deve ter prejuízo em 2005
A Sony, multinacional japonesa de equipamentos eletrônicos e de entretenimento, anunciou nesta quinta-feira o corte de 10 mil postos de trabalho em três anos como parte de um plano mundial de reestruturação.
O corte, a ser completado até 2008, representa 7% de toda a força de trabalho empregada pela empresa. Do total de demissões, 40% acontecerão no Japão, e o restante, em outros países.

A Sony também pretende fechar 11 de suas 65 fábricas no mundo inteiro.

A empresa prevê um prejuízo de US$ 90 milhões (cerca de R$ 205 milhões) neste ano.

Perda de mercado

A companhia que inventou o Walkman perdeu terreno no mercado de aparelhos de música portáteis para o iPod, da Apple, e também não conseguiu acompanhar as mudanças no mercado de TVs com a introdução dos aparelhos de tela plana.

Além disso, a queda geral de preços dos produtos eletrônicos afetou a receita da companhia.

Nos últimos cinco anos, as ações da Sony perderam dois terços de seu valor. Na quinta-feira, após o anúncio dos cortes, as ações sofreram uma queda de 2,2%.

A Sony é o segundo maior produtor mundial de produtos eletrônicos, atrás apenas da Matsushita.

O já esperado plano de reestruturação da Sony foi anunciado após o britânico Howard Stringer, de 59 anos, ter assumido a presidência da companhia – o primeiro não-japonês no cargo. Stringer era anteriormente chefe das operações da Sony nos EUA.

Apesar dos problemas, a Sony vem obtendo sucesso em sua divisão de filmes e com o console para games PlayStation Potable (PSP).

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152