DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Simone Ao Vivo.

Simone Bittencourt, ou simplesmente Simone, uma das mais belas e consagradas vozes da música popular brasileira apresenta-se no dia 18 no Au Renée Theater do Broward Center for The Performing Arts, em Fort Lauderdale. O show acontece exatamente dez anos depois de sua primeira apresentação no Sul da Flórida, em 1996, desta vez com a participação especial de Ivan Lins, autor de diversos sucessos da baiana, entre eles “Começar de Novo”.

O show “Simone Ao Vivo” tem ingressos à venda no Box Office do Broward Center, pela Internet, no endereço www.browardcenter.org, e em diversos pontos de vendas brasileiros em Broward, Miami-Dade e Palm Beach.

O CD que dá nome ao show foi lançado também em DVD em 2005, com algumas músicas já consagradas na carreira da cantora e participação de Ivan Lins, Milton Nascimento e Zélia Duncan.

Desde o início da carreira profissional em 1972, quando lançou seu primeiro Long Play que levava seu próprio nome, Simone tem colecionado apenas sucessos. No ano seguinte iniciou uma série de tournés internacionais, a convite de Hermínio Bello de Carvalho, para Bélgica, França, e em seguida Canadá e EUA. Em 1974 lançou seu segundo LP solo e emplacou dois grandes sucessos “Bodas de Prata”e “De Frente pro Crime”, de João Bosco e Aldir Blanc.

Mas foi em 1975 que Simone deixou definitivamente sua voz marcada na história da MPB com o lançamento de “Gota d’água”, disco e show que deram aos versos de Chico Buarque a merecida emoção, em dobradinha com Milton Nascimento.

Simone foi também a primeira cantora a lotar com um show solo o estádio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, em 1981. Ao longo dos anos, a lista de sucessos de Simone é incontável: “Corpo e Alma, “Me deixas Louca”, “Tô que Tô”, “Jura Secreta” e “Começar de Novo” são apenas algumas das inesquecíveis gravações.

Interprete de canções românticas, firmou-se como cantora ao gravar Começar de novo. Em 1980 incluiu em seu repertório a canção Caminhando – ou Para não dizer que não falei de flores (Geraldo Vandré), que se tornou um de seus maiores sucessos.

Em 1982, com o show Canta Brasil, levou ao estádio do Morumbi, em São Paulo, 15 mil pessoas a cada noite do espetáculo. Nesse mesmo ano, assinou contrato com a CBS, gravou nos EUA, recebendo o reconhecimento da critica especializada e, em dezembro, estreou o show Corpo e alma, no Canecão do Rio de Janeiro, com direção de Flávio Rangel, no qual interpretou sucessos como o bolero Me deixas louca (Armando Manzanero), Vida (Chico Buarque), Alma (Sueli Costa e Abel Silva), Tô que tô (Kleyton e Kledir), entre outros.

Lançou pela Polygram, em 1996, o CD Café com leite, disco inteiramente dedicado às composições de Martinho da Vila. Em 1997 apresentou-se no Metropolitan, Rio de Janeiro, no show Brasil, dirigido por José Possi Neto, com músicas de Paulinho da Viola, Dorival Caymmi, Ari Barroso, Gonzaguinha e Cazuza, entre outros.
Um CD só com músicas de Martinho da Vila, “Café com Leite” dava início, em 1996, a projetos pessoais, como por exemplo o espetáculo “Brasil”, que foi montado no Metropolitan, no Rio de Janeiro, com direção de José Possi Neto, em que Simone interpretava canções de Ari Barroso, Dorival Caymmi, Gonzaguinha e outros, ou ainda, o CD “Loca”, lançado simultaneamente no Brasil e no exterior em 1998, o show “Fica Comigo Esta Noite”, dirigido por Ney
Matogrosso, com figurinos de Ocimar Versolato em 2000, e finalmente os CDs “Seda Pura” de 2001 e “Feminino” de 2002, onde pôde viajar na obra de diversos compositores brasileiros.

Apesar de todo o sucesso, a relação com a crítica especializada nem sempre foi amistosa. No entanto, com o espaço conquistado, Simone é considerada uma estrela da MPB e brilhou na turnê do álbum “Baiana da Gema” de 2004, que reunia composições de Ivan Lins.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
225