DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Segurança nos aeroportos brasileiros

Share
Fotos: Tomaz Silva/Agência Brasil

Fotos: Tomaz Silva/Agência Brasil

Começaram a valer as novas e mais rigorosas determinações sobre segurança nos aeroportos da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), no último dia 18 de julho. Todos os passageiros estarão sujeitos à revista física e a inspeção de bagagens nos aeroportos de todo o Brasil.

Apesar da ANAC ter declarado que tais medidas não tem nenhuma relação direta com as Olimpíadas ou com qualquer outro fator externo, o momento é bem apropriado para tais ações que, apesar de serem extremamente incômodas para os viajantes, são necessárias em razão do crescente risco de ações criminosas aos meios de transporte de massa.

Entre as medidas, que visam garantir maior segurança dos passageiros, está a que prevê que todos os passageiros estarão sujeitos à revista física feita por um Agente de Proteção da Aviação Civil do mesmo sexo. A revista poderá ocorrer de forma aleatória, mesmo sem o disparo do detector de metais. Ela tem que ser realizada em local público ou privado, a critério do revistado e do agente, mas sempre com presença de uma testemunha.

A norma diz ainda que o passageiro terá também que tirar computadores portáteis e outros dispositivos eletrônicos de dentro das malas e mochilas ao passar suas bagagens pelo sistema de raios-X, como já vinha sendo feito em voos internacionais. Os passageiros também podem ter de abrir as bagagens de mão para que os agentes façam uma inspeção mais criteriosa dos objetos. Cabe ressaltar que não houve mudança nos itens permitidos ou proibidos na bagagem de mão.

Para quem está com viagem marcada nos próximos dias, uma boa dica é chegar mais cedo, pois geralmente durante o período de implantação dessas novas regras e procedimentos poderão haver atrasos no setor de revistas dos aeroportos, principalmente nos horários de pico de voos. A recomendação é para que cheguem ao aeroporto mais cedo, com pelo menos duas horas de antecedência.

Caso seja localizado algum objeto suspeito pelo agente de Proteção da Aviação Civil, será solicitada a verificação detalhada do objeto suspeito. Caso seja necessário, o passageiro será encaminhado a prestar esclarecimentos junto à Policia Federal.

Planeje bem sua viagem. Evite surpresas de última hora, acessando o site da ANAC e conhecendo mais sobre os procedimentos de inspeção e a lista de produtos proibidos: http://www.anac.gov.br/noticias/procedimentos-de-inspecao-no-transporte-aereo/perguntas-e-respostas-inspecao.pdf e http://www2.anac.gov.br/biblioteca/resolucao/2011/RA2011-0207.pdf

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share
Igor Pipolo
Igor Pipolo
Igor M. Pipolo, ADS, ASE, é CEO da Nucleo, Inc e Diretor da SEKURA (EUA) e diretor do Departamento de Segurança da FIESP. Professor convidado da Universidad Pontificia Comillas de Madrid/Espanha. Sócio-fundador e ex-presidente da Associação Brasileira dos Profissionais de Segurança. Ex-presidente da American Society for Industrial Security.
211