DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

São Paulo x Palmeiras: pela vaga e contra a crise

São Paulo e Palmeiras voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, em busca de uma vaga às quartas-de-final da Taça Libertadores.

A lista de vantagens são-paulinas é extensa, mas a história mostra que muita coisa costuma mudar durante os 90 minutos. A decisão começa às 21h45m, no Morumbi.

Apesar da derrota de domingo para o Vasco, o Tricolor atravessa um momento melhor. Sobretudo pela vitória por 1 a 0 no jogo de ida contra o Palmeiras, no Palestra Itália. O resultado garante a vantagem do empate aos são-paulinos e aumenta a confiança de sua torcida, que já comprou 55,6 mil de seus 61,4 mil ingressos. Já os palmeirenses, sem vencer há cinco jogos, compraram só 3,9 mil dos 7,1 mil que têm à disposição.

Jogar no Morumbi não favorece o Tricolor apenas pela presença maciça da torcida. A “mística” também conta. Jogando no estádio, o time não perde um jogo de Libertadores desde 1987, quando caiu frente ao Colo Colo por 2 a 1, na primeira fase.

Mas tantas vantagens também podem pesar contra o Tricolor. O atacante Luizão sabe bem disso.

– Se você acha que já ganhou, está praticamente derrotado. Pensar que tudo está ganho é o que costuma definir um jogo desses – adverte.

– Não tenho dúvida que, se perdermos, a pressão vem toda para cá. Todo mundo esquece a má fase do Palmeiras e os resultados ruins.

Luizão fala com conhecimento de causa. Afinal, foram dele os dois gols na derrota do Corinthians para o Palmeiras por 3 a 2, pelas semifinais da Libertadores de 2000. A situação era muito parecida com a atual, e as lembranças do goleador não são nada boas.

Com a vitória do Timão por 4 a 3 no primeiro jogo, a classificação alvinegra era dada como certa. Mas ainda faltavam 90 minutos. Na base da raça, o time alviverde venceu o jogo de volta por 3 a 2 e levou a decisão para os pênaltis. Aí, Marcos pegou a cobrança de Marcelinho e jogou no lixo o favoritismo alvinegro.

Times completos

Nem São Paulo nem Palmeiras terão desfalques nesta quarta. Grafite, que se machucou no primeiro duelo, foi liberado e vai para o jogo. Luizão, Júnior e Lugano também retornam ao Tricolor. Quem segue fora é o zagueiro Edcarlos. O volante Renan será o titular, e o esquema 4-4-2 está mantido.

Magrão voltou ao time contra o Cruzeiro e está escalado no Palmeiras, assim como os demais jogadores que participaram daquele jogo. Apesar da derrota, Bonamigo vai manter a escalação. Portanto, Alceu segue no meio-campo e Corrêa atuará como ala. Glauber e Marcinho Guerreiro ficam no banco.

São Paulo x Palmeiras

Data: 25/5/05 (quarta-feira)

Horário: 21h45

Local: Morumbi, em São Paulo-SP

Árbitro: Sálvio Espínola Fagundes Filho-SP, auxiliado por Ednilson Corona-SP e Ana Paula Oliveira-SP

São Paulo: Rogério Ceni, Cicinho, Fabão, Lugano e Júnior; Renan, Mineiro, Josué e Danilo; Grafite e Luizão. Técnico: Paulo Autuori

Palmeiras: Marcos, Gabriel, Daniel e Nen; Corrêa, Alceu, Magrão, Juninho e Lúcio; Marcinho e Washington. Técnico: Paulo Bonamigo

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196