DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Rumsfeld elogia atuação brasileira no Haiti

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, elogiou nesta quarta-feira a atuação brasileira no Haiti ao liderar a força de paz da ONU (Organização das Nações Unidas) e o trabalho do diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello no Iraque, mas evitou manifestar apoio para que o Brasil assuma um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU.

Questionado se a atuação brasileira não credenciaria o país para o conselho, Rumsfeld disse apenas que o Departamento de Defesa não teria voz ou qualquer papel no Conselho de Segurança da ONU. “Isso [essa indicação] é atribuição do presidente e do Departamento de Estado”, afirmou.

Após conversa com o vice-presidente e ministro da Defesa, José Alencar, o secretário americano atribuiu o avanço da democracia no Iraque como “um tributo a Sérgio Vieira de Mello”, morto em atentado com carro-bomba no escritório da ONU, onde trabalhava. “A eleição é, sem dúvida, um resultado do trabalho que ele iniciou”, avaliou.

Segundo Rumsfeld, o Brasil estaria contribuindo positivamente para a estabilidade no hemisfério e, como os Estados Unidos, busca caminhos para trabalhar de forma mais conjunta para enfrentar as ameaças impostas pelo crime organizado, narcotraficantes e guerrilheiros.

“O Brasil compreende bem a relação fundamental entre segurança, desenvolvimento econômico e oportunidades para a expansão da liberdade”, afirmou.

Farc

Alencar foi questionado sobre que classificação daria às Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Evitou fazer juízo sobre a atuação do grupo, mas deu uma opinião que julgou “filosófica”: “É claro que nós, à distância, não podemos fazer um juízo em relação a essa coisa [as Farc]. Mas se o crime é adotado como meio para levantar recursos, é obviamente uma ação nefasta que tem que ser combatida”, afirmou.

Segundo Alencar, o Brasil está sempre preocupado com ações criminosas. “Nós não podemos, de forma alguma, amparar o crime. Nós somos a favor da paz e repudiamos o narcotráfico”, disse.

Depois do encontro com Alencar, Rumsfeld reuniu-se com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto. Além dos encontros em Brasília, o secretário americano irá visitar o Sivam (Sistema de Vigilância da Amazônia), em Manaus.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223