DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Rodrigo Pessoa recebe a medalha de ouro

Um ano depois dos Jogos Olímpicos de Atenas, o cavaleiro Rodrigo Pessoa recebeu nesta segunda-feira, no Forte de Copacabana, a medalha de ouro da prova individual de saltos. O brasileiro havia conquistado a prata nas Olimpíadas mas herdou o ouro porque o cavalo Waterford Crystal, montaria do irlandês Cian O’Connor, competiu dopado e o conjunto perdeu a medalha.

A entrega foi feita pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, que mostrou-se visivelmente emocionado durante a cerimônia. O próprio presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge, pôs a coroa de louros na cabeça do cavaleiro brasileiro.

Antes da execução do Hino Nacional Brasileiro, Rodrigo foi intensamente aplaudido pelo público presente.

– A emoção do dia da competição e de hoje é bem diferente. A emoção de hoje é a garra, a família, os amigos que estão presentes. O dia da competição foi diferente, podendo festejar a prata de maneira especial. Agora, estou contente de que isso tudo chegou ao fim. Conseguimos a medalha que tanto queríamos e agora vamos tentar outras – disse Rodrigo Pessoa.

Rodrigo Pessoa lembrou da decepção dos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, quando ele e ficou sem medalha porque seu cavalo, Baloubet du Rouet, com o qual competiu em Atenas também, acabou refugando três vezes diante de um obstáculo.

– Foi uma decepção muito grande. Chegar tão perto do objetivo e falhar desse jeito foi decepcionante. Mas nos deu a força para trabalhar mais, se preparar e chegar nas Olimpíadas da melhor forma possível e conquistar a medalha que a gente tanto queria. Hoje estamos pagando o esforço dos últimos quatro anos da nossa vida. Quero dividir essa medalha com todos os que me ajudaram – afirmou.

Com o ouro para o conjunto formado por Rodrigo Pessoa e pelo cavalo Baloubet de Rouet, o Brasil passou a ocupar a 16ª colocação nos Jogos Olímpicos de Atenas, a melhor já obtida pelo país na história dos Jogos. Ao todo, o país ganhou cinco ouros, duas pratas e três bronzes.

Na mesma cerimônia, houve também a entrega das medalhas pan-americanas aos atletas brasileiros Vicente Lenilson, André Domingos, Claudinei Quirino e Edson Luciano (ouro no revezamento 4x100m); Christiane Ritz (bronze nos 800m); e Rui Valle, Ronaldo da Gama, João Hildebrando Borges Junior e Gustavo Villela (prata no four skiff peso leve do remo). As quatro premiações são fruto do resultado de julgamento das respectivas Federações Internacionais de casos motivados por doping nos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo, em 2003.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152