DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Robinho:

Um privilégio. É assim que o craque do futuro define a oportunidade de participar da despedida do craque do passado. Robinho vai fazer dupla de ataque com Romário esta quarta à noite e, admite, sentirá um prazer especial. “Não esperava jogar ao lado dele. É um jogador consagrado, teve uma carreira linda, espero jogar bem ao lado dele”, disse. “Minha lembrança do Romário em 94, jogando muito e fazendo gols, é muito boa.”

Robinho se dispôs a colaborar ao máximo para que Romário faça gols em sua despedida. Mas… “Claro que se, puder colaborar com ele, colaborarei. Mas se eu estiver em melhor condição de concluir, vou fazer o gol. O principal é pensar na seleção.”

O atacante santista, de 21 anos, tem seus motivos para ser “egoísta”. Mesmo sendo o melhor jogador brasileiro em atividade no País há praticamente três anos – com alguns períodos de baixa – ainda não se considera garantido na Copa de 2006. “Não sei se vou estar na Copa, vou trabalhar sempre, com humildade, e me dedicar ao máximo até lá.”

Robinho e Romário têm ficado juntos a maior parte do tempo na seleção. Na segunda, sentaram lado a lado no jantar. Ontem, no aquecimento antes do coletivo da seleção no Pacaembu, fizeram exercício em dupla. Mas com a bola rolando, o santista procurou mais seus colegas de clube, Léo e Ricardinho e fez poucas jogadas com o Baixinho.

Irreverente – qualidade elogiada por Romário -, Robinho disse que ainda não chamou o veterano artilheiro de vovô. “Mas ele sabe que é o mais velho de todos. Se me chamar de peixe, vou chamá-lo de vovô”, brincou. “É ele que me chama de peixe”, revelou Romário pouco depois. “Mas isso é legal. Robinho é uma pessoa alegre, descontraído, e passa isso para o seu futebol.”

Robinho evita comparações entre seu futebol e o de Romário. “Ele é incomparável. Eu tenho muito a aprender. Aprimorar a finalização, o cabeceio. Tento melhorar a cada jogo.”

HOLANDA NÃO – Robinho diz nada saber do interesse do PSV, que estaria disposto a pagar US$ 15 milhões por seu futebol, numa ponte em que ele iria para o Chelsea posteriormente. “Saber que clubes como o Chelsea e o PSV se interessam me deixa contente. Mas estou pensando somente no Santos e na Libertadores.”

Então, você fica na Vila pelo menos até a Copa de 2006? “O futuro a Deus pertence”, é a resposta de Robinho, que já tem tudo certo com o Real Madrid.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196