DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Resoluções financeiras para 2018

Estamos há 9 semanas do ano novo. “Wow!!!” Sim, somente restam 9 semanas para nos despedirmos de 2017. Na maioria das vezes começamos a pensar em nossas resoluções de fim de ano, no início de Dezembro. E se mudarmos esse hábito? Será que muda o resultado?
E se começarmos desde já a pensar e a resolver quais são as nossas resoluções para 2018?
Existem estudos que dizem que resoluções bem pensadas e apropriadamente planejadas, tem 80% mais chances de serem bem-sucedidas.
As resoluções financeiras estão entre as mais pensadas e as menos alcançadas. O que fazer para mudar este panorama?
Primeiramente, identificar os seus objetivos.
Colocar metas atingíveis que possam ser manuseadas conforme a necessidade e que possam ser estendidas ou mudadas uma vez alcançadas.
Quais são as principais metas na área financeira? Vou listar algumas: 1) Ganhar mais 2) Poupar mais 3) Organizar minhas Finanças 4)Guardar mais para meu futuro 5)Ficar livre de dívidas
Agora, vamos pensar nos passos a serem alcançados para que os objetivos acima sejam alcançados.
1. É possível ganhar mais no momento? Liste todas as possibilidades. Trabalhos extras ou uma troca de trabalho.
2. Posso poupar mais?
Abra uma conta poupança e retire automaticamente um determinado valor de seu cheque. TODOS OS MESES!!!
Revisite o seu orçamento e veja se existem “vazamentos”.
3. Procure um profissional financeiro que possa te ajudar nesta tarefa.
Comece pelo orçamento: procure um aplicativo online, ou diversos aplicativos para celulares. O meu preferido se chama Mint.
Através de um orçamento se começa o caminho para a sua independência financeira.
4. Qual a diferença entre poupar mais e guardar mais para o futuro?
Bom, poupar mais se refere ao dinheiro de emergência que você vai guardar todo o mês e ter em um lugar de fácil acesso para emergências. Guardar mais para o futuro se refere a você ter uma quantia certa todos os meses aplicada em um plano que lhe ofereça bom rendimento.
5. Para ficar livre de dívidas, a primeira coisa a se fazer é fechar a torneira. Ou seja, de onde vêm as dívidas? Como foram contraídas? Cartões de crédito? Empréstimo pessoal?
Uma vez que se identifique de onde vêm, o segundo passo é colocar seu chapéu estrategista e fazer um plano de pagamento; com a promessa de não comprar nada até que toda a dívida seja paga.
Muitas vezes a nossa natureza humana nos impede de ser fortes assim e, nestes casos, o melhor é procurar um consultor financeiro que possa lhe guiar.
Espero que estas pequenas sugestões possam ter trazido algumas ideias para as suas resoluções de fim de ano.
Não importa qual o seu objetivo, o importante é reconhecê-lo, traçar um plano de ataque e executá-lo de maneira centrada e focada.
Entre em em contato se tiverem alguma dúvida.
Uma ótima semana para todos!

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,,

Claudia Fehribach
Claudia Fehribach
Carioca, formada em Artes pela Universidade do Rio de Janeiro. Conselheira financeira especialista em orçamento, aconselhamento de crédito pessoal e hipotecas reversas. Atua na empresa DebtHelper.com. Envie sua dúvida por email.
223