DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Reservas mostram seu valor em campo.

Os reservas foram responsáveis por 15 dos 92 gols marcados nas primeiras 38 partidas da Copa do Mundo da FIFA Alemanha 2006.

Alguns foram cruciais, como os três da Austrália (dois marcados por Tim Cahill e um por John Aliosi) nos últimos dez minutos da partida contra o Japão ou o gol de Oliver Neuville, que balançou a rede polonesa nos últimos minutos para dar a vitória à Alemanha.

Alguns só serviram de complemento para o saldo de gols, como os de Lionel Messi e de Carlos Tevez na goleada argentina de 6 a 0 sobre Sérvia e Montenegro.

O primeiro gol marcado por um reserva em uma Copa do Mundo da FIFA foi o do mexicano Ignacio Basaguren na vitória de 4 a 0 sobre El Salvador em 1970. A Copa realizada no México foi a primeira em que substituições durante a partida foram autorizadas.

Três gols foram marcados por substitutos em finais. Dick Nanninga, da Holanda, marcou o gol de empate contra a Argentina em 1978, faltando oito minutos para o fim da partida, que teve que ir para a prorrogação. Os donos da casa marcaram dois e ganharam de 3 a 1.

Alessandro Altobelli marcou o terceiro para a Itália, que ganhou de 3 a 1 da Alemanha Ocidental em 1982. Quatro anos mais tarde, foi Rudi Voller que empatou para a Alemanha Ocidental na final contra a Argentina, antes de Jorge Burruchaga conseguir garantir a vitória para os sul-americanos.

Dentre os outros gols de destaque que foram marcados por reservas estão o de Gianni Rivera, que contribuiu para a vitória de 4 a 3 da Itália na semifinal inesquecível de 1970 contra a Alemanha Ocidental.

Já em 1982, Karl-Heinz Rummenigge levou a Alemanha Ocidental mais uma vez às semifinais; sem decidir a partida contra a França na prorrogação, a Alemanha teve de ganhar na cobrança de pênaltis. A Inglaterra conseguiu sair vitoriosa nos acréscimos, jogando contra a Bélgica nas oitavas-de-final em 1990, depois que David Platt entrou para botar a bola no fundo do gol.

Até essa competição, a Itália era a seleção com mais gols marcados por reservas: dez. A Alemanha e a Espanha vinham em segundo lugar: ambas com oito. Camarões também precisa agradecer os substitutos por fazerem seis dos seus 15 gols marcados em Copas do Mundo, incluindo os quatro de Roger Milla em 1990 (dois contra a Romênia e dois contra a Colômbia).

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222