DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Republicanos acreditam em reforma ainda este ano.

O presidente George W. Bush “comprometeu-se a alcançar uma reforma integral do sistema de imigração”, e espera que seja obtida ainda este ano, disse um porta-voz do Comitê Nacional Republicano em reposta à insistência dos democratadas em que se aprove a legislação o quanto antes.

“Bush e os republicanos têm mostrado liderança neste assunto, que é difícil para todos os norte-americanos – disse Hessy Fernández, porta-voz do comitê. “Graças a este presidente e ao partido Republicano, este assunto está sendo discutido”, acrescentou.

O partido Republicano tem maioria em ambas as câmaras do Congresso, que aprovaram versões diferentes da reforma migratória.

A versão da Câmara é muito mais restritiva, impõe penas por violação de suas disposições e não proporciona aos indocumentados a possibilidade de que legalizem sua condição migratória. “A Câmara pretende criminalizar os imigrantes indocumentados e aqueles que os ajudem, inlcuindo os membros de igrejas e os bons smaritanos, e isso, diretamente, não vai funcionar”, disse o senador democrata Edward Kennedy.

Atualmente o Congresso realiza consultas populares sobre o tema em diversas partes do país. Alguns legisladores democratas têm criticado essas consultas, pois consideram que simplesmente retardam o curso do processo da nova lei no Congresso. “Não sei qual é o verdadeiro propósito das audiências, além de atrasar a aprovação da reforma”, disse Luis Gutiérrez, legislador por Illinois na Câmara de Representantes.

Javier Neira, membro da Assembléia Nacional Hispânica Republicana, disse que sente-se “otimista a respeito da aprovação este ano de uma reforma integral do sistema de imigração”.

As duas câmaras do Congresso retornam suas atividades esta semana, e devem negociar agora uma harmonização de seus projetos de lei, a menos de quatro mexes das eleições que renovarão a totalidade da Câmara de Rperesentantes e um terço do Senado.

– Este presidente sabe o quão importante isso é. O sistema de imigração está falido e se necessita de uma reforma integral. Este é um assunto com uma grande carga emocional, e diferenças de opiniões tanto entre democratas quanto entre republicanos, e entra os cidadãos em geral – frisou Fernández.

Neira explicou que a proposta de Bush para uma “reforma integral”contém três elementos principais: o aumento da segurança de fronteiras, a aplicação das leis migratórias e um programa que permita que mais de 11 milhões de imigrantes indocumentados legalizem sua situação e, posteriormente, adquiram a cidadania norte-americana.

– Depois de 11 de setembro a mentalidade dos norte-americanos mudou para sempre. Temos que viver com essa preocupação por causa dos ataques terroristas e daí vem a preocupação com a segurança de nossas fronteiras”, disse.

Alguns grupos que são partidários de uma militarização da fornteira dos Estaods Unidos com o México e a deportação dos indocumentados sustentam que o envio de alguns milhares de soldados da Guarda Nacional para uma fronteira com extensão de 3,2 mil quilômetros, é insuficiente.

Para Neira, a reforma das leis de imigração deve incluir uma mudança no número de visas que são concedidas por ano, e um sistema eficiente para que os empregadores verifiquem a autenticidade dos documentados a eles apresentados. “Tem que ser feito algo com os quase 11 milhões de indocumentados”, concordaram Neira e Fernández.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222