DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Recursos da Inteligência

A importância do aprendizado

Aprendizado ou aprendizagem, de acordo com o dicionário, é o ato ou efei­to de aprender que, por sua vez e segundo a mesma fonte, significa tomar conhecimento, reter na memória mediante estudo, tornar-se apto ou capaz de alguma coisa em conseqüência de estudo, observação, experiência, advertência, etc.
Ampliando um pouco a definição de aprendizado, podemos dizer que aprender é uma habilidade inerente ao ser humano, que envol­ve a aquisição de conhecimento e o desenvolvimento das ca­­pa­­cidades in­te­lectuais, considerando, primordialmente, que não ­existe separação entre uma coisa e outra. Ou seja: à medida que se adquire co­­nhecimento, desenvolvem-se capacidades intelectuais, tais como a de com­preender um novo conhecimento, de aplicá-lo, analisá-lo, generalizá-lo, capacidades estas que são fundamentais para a independência do pensamento. Tanto o aprendizado quanto o desenvolvimento de ha­bi­lidades intelectuais têm um importante fator em comum: a interação com a rea­li­dade.

Pontes cognitivas

Nós interagimos com a realidade a partir dos esquemas que trazemos em nossa bagagem de conhecimentos (adquiridos por meio do aprendizado), os quais podem ser ajustados, corrigidos ou modi­ficados. E para que esse ajuste, correção ou modificação aconteça, é preciso haver ?pontes cognitivas?, colocando o conhecimento novo à nossa disposição. Este artigo, um livro ou um professor em uma sala de aula são exemplos de pontes cognitivas, que nos permitem estabelecer relações adequadas entre o conhecimento novo e o que já existe.
Certa vez, assisti ao concerto de um músico new age que vive de acordo com padrões não convencionais. Ao final da apresentação, quando comecei a bater palmas, a pessoa ao meu lado me ensinou um movimento de mãos que o músico preferia em vez dos aplausos tra­di­cionais. Ela explicou-me que o ato de bater as mãos dispersava a energia que o artista conseguia concentrar com a sua música. No caso, eu ?ajustei? o meu ?esquema? de aplauso por meio da ?ponte cognitiva? feita pela pessoa ao meu lado.
Nesse exemplo, a diferença entre o meu esquema e o adequado à situação pedia apenas um ajuste. Mas há casos em que a diferença entre os esquemas que as pessoas têm e os que seriam necessários para poderem interagir com a realidade e atingir determinados objetivos requer sérias correções e modificações, que são possíveis por meio do aprendizado.


Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222