DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Projeto brasileiro leva curitibana à Nasa

Share

Noemi representou o Instituto Bom Aluno em premiação na ONU em maio. Foto: arquivo pessoal.

A estudante Noemi Vergopolan Rocha, 26 anos, concluiu um estágio na Nasa (Agência Espacial Norte-Americana), na Califórnia, e remete a conquista ao apoio de bolsa de estudos de um projeto do Paraná.

Há quatro anos, ela saiu de Curitiba, onde morava com os pais, e pisou pela primeira vez nos Estados Unidos para fazer um intercâmbio.

O apoio veio do Instituto Bom Aluno, organização paranaense criada com a missão aprimorar a formação de alunos de bom desempenho, oferecendo apoio gratuito a estudantes de escola pública.

A somatória de seus esforços e o interesse pela sustentabilidade levaramNoemia concluir sua graduação em engenharia ambiental na Universidade Federal do Paraná e aprofundar seus estudos em recursos hídricos na Universidade Estadual da Carolina do Norte. Ointeresse em desenvolver o Trabalho de Conclusão de Curso na Nasa a fez realizar o sonho de entrar para a maior agência espacial do mundo.

Em seu último ano acadêmico nos EUA, a curitibana conquistou uma vaga de estágio na Nasa, na área de monitoramento do impacto do desmatamento na Amazônia. Hoje, após concluir o estágio, a ex-aluna de escola pública faz curso de doutorado na Universidade de Princeton, em Nova Jersey.

Em maio, a estudante representou o Instituto Bom Aluno em premiação na Organização das Nações Unidas (ONU), emNova York. “Tive a honra de representar o Bom Aluno Ibab nas Nações Unidas para o Global Sourcing 3S Awards para práticas de abastecimento sustentáveis, sociais e responsáveis. Estou muito orgulhosa dos alunos e da equipe que fazem os melhores esforços para fazer uma mudança positiva no mundo em que vivemos hoje”, descreveu.

Sempre tendo se destacado entre os alunos do ensino fundamental na escola municipal CoronelDurivaldeBritto, no Paraná, ela almejava um ambiente com mais desafios.

Em 2005, no primeiro ano do ensino médio, a jovem conseguiu uma bolsa de estudos para completar o ensino médio em uma escola de ensino particular. “Sem o auxílio da bolsa de estudos e o esforço da minha parte, eu com certeza não teria chegado aonde cheguei”, afirma Noemi. Segundo a estudante, o resultado foi a combinação de esforço e oportunidade.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
246