DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Preços ao consumidor sobem 0,2% em junho

O índice de preços ao consumidor nos EUA registrou alta de 0,2% em junho, uma desaceleração na comparação do aumento de 0,4% em maio, informou na quarta-feira(19) o Departamento do Trabalho.

O núcleo do CPI (sigla em inglês para índice de preços ao consumidor) teve alta de 0,3% no mês passado, mesmo que vem sendo re-gistrado desde março.

Os preços da energia no país tiveram queda de 0,9%, depois de aumentos significativos nos três meses anteriores – o indicador dos preços da energia baseada em derivados de petróleo recuou 0,9% e o dos serviços no setor de energia caiu 1,1%.

No trimestre, a inflação dos preços ao consumidor acumulou alta de 3,6%, muito acima dos 2% considerados adequados pelo Federal Reserve (Fed, o BC americano).

O departamento informou que o PPI (sigla em inglês para índice de preços no atacado) registrou alta de 0,5% no país no mês passado. O núcleo do PPI teve alta de apenas 0,2%.

O temor de investidores e economistas é de que o núcleo da inflação, mantendo-se acima dos níveis confortáveis, possa fazer o Federal Reserve (Fed, o BC americano) manter sua política de altas de juros.

A taxa do banco passou de 1% ao ano para os atuais 5,25% ao ano entre junho de 2004 (quando as altas começaram) e o mês passado.

Produção industrial cresce 0,8%

A produção industrial nos EUA teve crescimento de 0,8% em junho na comparação mensal, com o desempenho positivo nos setores de manufaturas, mineração e automobilístico, informou na semana passada o Federal Reserve (Fed, o BC americano).

Segundo o banco, o crescimento com relação a junho de 2005 foi de 4,5%.

A produção de automóveis e autopeças apresentou crescimento de 3,3% no mês passado, revertendo a queda de 1,3% no mês anterior, devido à queda na demanda por SUVs (veículos esportivo-utilitários, na sigla em inglês), com os altos preços da gasolina.

No setor de mineração, o crescimento na produção foi de 1,2% no mês passado; no setor manufatureiro, de 0,7% (ambos os dados na comparação mensal).

O resultado geral da produção mensal de maio foi revisado para cima, registrando ligeiro crescimento de 0,1%.

A operação da capacidade industrial instalada dos EUA chegou a 82,4% em junho, contra a taxa de maio, de 81,8%. O Fed acompanha a evolução na taxa de uso da capacidade instalada para avaliar se há formação de gargalos na produção, o que pode acarretar pressões inflacionárias.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223