DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Por falta de mão de obra imigrante, DHS emitirá mais 15 mil vistos de trabalho

Algumas áreas sofrem com a falta de mão de obra estrangeira. Foto: Pixabay.

O governo americano anunciou, por meio do Department of Homeland Security, na última segunda-feira, 17, a autorização de pelo menos 15 mil novas concessões de vistos para trabalhadores sazonais estrangeiros de baixa renda.

Para atender a medida, serão emitidos 45% a mais de vistos H-2B, normalmente emitidos na segunda metade do ano para o restante do ano fiscal. Esses vistos são para trabalhadores em busca de empregos temporários de pesca, turismo, paisagismo, construção e outras indústrias sazonais, mas não para trabalhadores rurais.Áreas como pesca, hotelaria, entre outras indústrias que dependem de mão de obra estrangeira estão sofrendo com a falta de trabalhadores.

Empresários poderão começar a requisitar os vistos ainda esta semana, porém, devem comprovar que sofreriam perdas irreparáveis pela falta de trabalhadores estrangeiros e as petições serão revisadas à medida que forem chegando, sem considerar uma indústria em detrimento da outra, localização geográfica ou tamanho. O processo normalmente leva cerca de 30 a 60, porém, pode sair em até 15 dias por meio de uma taxa de $1.225 dólares para acelerar o processo.

A decisão vai contra a política defendida pelo presidente Donald Trump de só se contratar americanos, mas faz-se necessária pela falta de trabalhadores nas áreas citadas. Uma companhia americana já fechou pela escassez de mão de obra imigrante.

Em maio, o Congresso votou pelo aumento das emissões de visto H-2B, quando aprovou o orçamento geral para evitar o encerramento das atividades do governo e concedeu ao DHS a autoridade para aumentar o número de trabalhadores sazonais.

Uma fonte do governo afirmou que, ao contrário do que pensam sobre a política de Trump, permitir trabalhadores estrangeiros fará bem ao mercado e economia interna. “Estamos falando de negócios americanos que estão sob risco de sofrer danos irreparáveis se eles não conseguirem esses trabalhadores H-2B adicionais. Isso ajuda os negócios americanos a continuar a prosperar”, disse.

Uma funcionária do DHS que não quis ser identificada afirmou que o governo tomou essa decisão após “considerar o interesse dos trabalhadores americanos” e criou uma linha para denúncias de abuso ou exploração de trabalhadores. “O secretário John Kelly está comprometido com os trabalhadores americanos e com o fortalecimento de nosso sistema de imigração”.

Com informações do Washington Post.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
197