DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Planalto monta estratégia para reduzir gastos de campanhas do PT.

Afim de reduzir as despesas do PT com a campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Palácio do Planalto passou a agendar eventos oficiais nas mesmas cidades em que o petista tem compromissos como candidato. Dessa forma os gastos com o combustível da aeronave presidencial são pagas pela União, e não pelo partido.

Um exemplo disso acontece nesta segunda-feira (21). À noite, na como candidato à reeleição, Lula irá participa de uma recepção na casa do ministro Gilberto Gil (Cultura), no Rio de Janeiro. Antes disso, também no Rio, marcará presença, como presidente, em um congresso mundial de saúde.

Utilizando dessa estratégia, todos os gastos do traslado de ida e volta de Lula entre Brasília e o Rio de Janeiro acabam sendo pagos pelo Planalto. A legislação eleitoral autoriza o uso de aeronave oficial, no entanto diz que gastos de viagem (combustível, transporte terrestre e hospedagem) serão pagos pelo comitê do candidato.

Nos últimos dias, o presidente do PT, Ricardo Berzoini, tem se queixado do custo elevado dessas viagens. Em prestação de contas entregue no início do mês ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o comitê de Lula diz ter gasto R$ 206,3 mil com transporte ou deslocamento, sendo R$ 156 mil no ressarcimento à Presidência.

O Planalto tem esperado a definição da agenda petista para, então, encaixar algum evento oficial no próprio município.

Na última semana, por exemplo, a Presidência modificou a rota de Lula ao Sul do país para adequar a agenda oficial a um comício em Criciúma (SC).

O PT também consegue poupar quando a agenda oficial é em cidade próxima à de campanha. Em 11 de agosto, como presidente, Lula teve evento em São Paulo, de onde seguiu ao Rio de Janeiro para comícios. Neste caso, a União bancou o trajeto Brasília-São Paulo, enquanto o PT arcou com São Paulo-Rio de Janeiro-Brasília.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222