DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Petróleo passa de US$ 67 por medo do furacão Rita

Os preços do barril de petróleo voltaram a subir nesta quarta-feira, passando dos US$ 67 por causa do medo de que o furacão Rita possa provocar danos às refinarias na região do Golfo do México.
A trajetória do furacão Rita sugere que o Texas, onde fica cerca de 25% da capacidade de refinação de petróleo, pode ser atingido no fim de semana.

Na Ásia, os preços do petróleo cru leve subiram US$ 1,30 nesta quarta-feira, chegando a US$ 67,50 o barril.

O aumento ocorreu apesar da decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) na terça-feira de aumentar a produção em 2 milhões de barris diários.

Volatilidade

A redução na capacidade de refino causada por danos do furacão Katrina nessa região é apontada como causa da recente onda de aumento dos preços do petróleo.

Durante a sua passagem há mais de três semanas, Katrina atingiu quatro refinarias que ainda estão fora de funcionamento.

“Esse é um mercado volátil, que está extremamente nervoso com choques de oferta”, disse Justin Smirk, economista sênior do Westpac, em Sydney, Austrália.

Na terça-feira, o países da Opep decidiram oferecer ao mercado 2 milhões de barris de petróleo a mais por dia a partir de 1º de outubro, depois de pressão política de ministros europeus.

Os preços caíram cerca de 2% na terça-feira, depois de terem subido 7% na segunda-feira, o maior aumento já registrado em um único dia.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153