DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Para sub-secretária do Partido da Revolução Democrática os imigrantes não representam um alto custo para ao tesouro dos EUA.

A sub-secretária de Migrantes da PRD – Partido da Revolução Democrática, Maria García, negou que os trabalhadores imigrantes representem um alto custo para ao tesouro público norte-americano porque todos pagam impostos, tanto diretos como indiretos.

Em entrevista, a integrante do PRD, disse que contrário ao “desgastado” argumento de que os imigrantes representam uma carga, a realidade é que todos, seja legal ou não, pagam seus impostos pontualmente.

Recordou sua experiência de 13 anos em que viveu nos EUA, em Nova York, e assegurou que todas as pessoas que trabalham, independentemente de sua situação migratória, apresentam anualmente a declaração de impostos e também pagam pelo consumo de bens e serviços.

Por isso, Maria García sustenta que a idéia do Congresso norte-americano de limitar o número de trabalhadores temporários ao contrário de beneficiar prejudicaria os imigrantes.

Explicou que o número de pessoas permitidas a trabalhar é muito inferior ao que necessita o mercado e, portanto, aqueles que não alcancem à legalização sofreriam a conseqüência de ser duramente explorados e ao mesmo que continuariam a pagar seus impostos.

Considerou que os patrões que precisam de pessoas para trabalhos mais pesados, vêem nos mexicanos ilegais uma inesgotável fonte de riqueza, porque não estão obrigados a pagar-lhes conforme a lei nem a garantir-lhes o seguro social.

Recomendou ao governo mexicano e ao próximo presidente negociar com as autoridades norte-americanas um tratado migratório mais justo onde o número de “trabalhadores-convidados” se ajuste a necessidade do mercado e não à uma cifra decidida pelo Capitólio.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222