DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Papa cancela compromissos e pode voltar ao hospital, dizem jornais

O Papa João Paulo 2º, 84, muito enfraquecido por problemas respiratórios, está cancelando aos poucos os compromissos oficiais e pode ser hospitalizado novamente, segundo informações do Vaticano e da imprensa italiana.

O próprio sumo pontífice, dizem fontes do Vaticano, tomou a decisão de cancelar todas as suas audiências que acontecem tradicionalmente às quartas-feiras, após não ter conseguido pronunciar, neste domingo, a tradicional bênção de Páscoa. Ele também não fez nenhuma aparição pública nesta segunda-feira, quando aconteceu a cerimônia de encerramento da Semana Santa.

Oficialmente, o Vaticano não anulou ainda os compromissos de João Paulo 2º, mas há dúvidas sobre sua capacidade física para visitar, em 29 de abril, o presidente italiano, Carlo Azeglio Ciampi. O jornal vaticanista “Il Messagero” publicou nesta terça-feira que esse encontro deve ser adiado.

A cerimônia de beatificação do padre francês Leon Dehon, fundador da congregação que leva seu nome, prevista para 24 de abril, também pode ser adiada, enquanto há chances de se cancelar a viagem do sumo pontífice à cidade alemã de Colônia em agosto, onde ele iria participar das Jornadas Mundiais da Juventude.

Hospitalização

Enquanto não há informações oficiais do Vaticano sobre o estado de saúde do papa, a imprensa italiana especula a possibilidade de ele ser novamente hospitalizado.

Segundo a edição desta terça-feira do “Corriere della Sera”, jornal de maior circulação da Itália, uma nova internação é necessária “para controlar a cânula” colocada na traquéia do papa após uma traqueostomia e “estabelecer detalhes de seu programa de alimentação.”

O jornal diz que o papa será hospitalizado na próxima semana devido às atuais dificuldades para engolir, além de realizar novos exames médicos.

“O papa jamais voltará a falar; ele não tem força para fazer vibrar suas cordas vocais com a respiração porque está muito debilitado”, afirmou o dr. Stefano Ruggieri, neurologista da Universidade La Sapienza de Roma, citado pelo “Corriere della Sera”.

Segundo o médico, a cânula não pode ser retirada porque e, sem sua ajuda, o paciente ficaria imediatamente sem ar.

O jornal “La Repubblica” também afirma que o papa pode retornar ao hospital para novos exames ainda esta semana. Já o “Il Messaggero” garante “que uma volta ao Gemelli está descartada, salvo por complicações muito graves.”

Internações

João Paulo 2º foi levado às pressas ao hospital Gemelli, em Roma, no dia 1º de fevereiro. Ele ficou dez dias internado, por conta de uma laringotraqueíte e crises de laringoespasmos [fechamento da laringe que impede a passagem do ar para o pulmões, dificultando a respiração].

Sua segunda internação aconteceu em 24 de fevereiro, data em que sofreu a intervenção cirúrgica na garganta. Dessa vez, João Paulo 2º ficou 18 dias hospitalizado e recebeu alta no último dia 13.

Apesar do mal de Parkinson, o papa sempre cumpriu sua agenda de compromissos. A última vez em que teve suas reuniões e cerimônias adiadas foi em setembro de 2003, quando cancelou sua audiência pública semanal por causa de uma doença intestinal.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196