DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Países não estão preparados para gripe aviária, dizem EUA

O secretário da Saúde dos Estados Unidos, Michael Leavitt, advertiu nesta segunda-feira que nenhum país está suficientemente preparado para lidar com a ameaça da gripe aviária.
A declaração foi feita durante sua visita à Indonésia, onde pelo menos três pessoas morreram vítimas do vírus H5N1.

Leavitt anunciou ainda que os Estados Unidos vão fornecer mais de US$ 3 milhões para ajudar a Indonésia a combater a doença.

Teme-se que o vírus que causa a gripe asiática possa sofrer uma mutação que faça com que ele seja transmitido mais facilmente entre os seres humanos.

O principal assessor médico do governo, Liam Donaldson, disse no domingo que o total de mortes em uma possível pandemia de gripe aviária poderia chegar a 750 mil pessoas, se o vírus a se propagar for muito agressivo.

Donaldson, contudo, apelou por calma. Mas acrescentou que “não é uma questão de se a epidemia ocorrerá, mas quando”.

Mas ele não vê uma pandemia ocorrendo no final deste ano e começo do próximo – inverno no Hemisfério Norte, mas “é um fenômeno natural”. “Virá, e o que podemos fazer é limitar o seu impacto.”

A Organização Mundial da Saúde (OMS) teme que a propagação da gripe aviária na Europa possa desviar recursos do Sudeste Asiático que, diz o órgão, é o ponto de origem mais provável de uma possível pandemia de gripe humana.

Os países europeus estão ficando cada vez mais preocupados com a gripe aviária e podem se concentrar em seus próprios preparativos para lidar com a doença ao invés de atentar para a fonte do vírus, disse o porta-voz da OMS nas Filipinas, Peter Cordingley.
A Romênia vem sacrificando milhares de aves no Delta do Danúbio depois de constatada a presença do vírus H5N1 da gripe aviária, que provocou mais de 60 mortes na Ásia.

Um laboratório na Grã-Bretanha deve anunciar nesta segunda-feira se um segundo surto de gripe aviária na Romênia é do mesmo tipo.

Teme-se que o vírus da gripe aviária possa sobrer uma mutação que facilite sua transmissão entre seres humanos.

A União Européia (UE) proibiu as importações de aves da Romênia e da Turquia, e o presidente da Comissão Européia, José Manuel Barroso, disse que serão introduzidas “medidas drásticas” se necessário.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse estar preocupado com a possibilidade de que a gripe aviária alcance o território brasileiro.

“O que me preocupa agora nem é mais a febre aftosa, que nós já temos experiência. O que me preocupa agora é a febre aviária”, disse na Espanha, onde participou da 15ª Cúpula Ibero-Americana.

“Parecia que a gripe aviária não ia chegar ao Brasil e agora já há sinais de que está na Colômbia”, comentou. “Essa é grave porque essa mata”, acrescentou.

O governo colombiano anunciou que milhares de frangos de três fazendas do país foram contaminados com um vírus de gripe aviária do tipo H9, menos perigoso que a variedade H5N1 que se espalhou pela Ásia e tem deixado em alerta as autoridades sanitárias de todo o mundo.

O presidente Lula disse que o seu governo já se reuniu na sexta-feira para analisar os passos que devem ser tomados para evitar o contágio das aves no Brasil.

“Vamos fazer tudo o que for possível, comprar todas as vacinas e fabricar aquelas que soubermos”, disse.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
244