DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Pai pede deportação de filho detido em abrigo nos EUA

Vitor e o pai, Renato Fraga. Foto: arquivo pessoal.

Outro adolescente brasileiro foi detido pela imigração ao desembarcar em solo americano e enviado para abrigo de refugiados. Vitor Fraga, de 15 anos, foi detido ao desembarcar e passar pela imigração com a avó em Houston no dia 9 de agosto. Desde então, o adolescente encontra-se em um abrigo para adolescentes refugiados em Chicago, o mesmo local onde adolescentes brasileiras foram enviadas em casos semelhantes.

Vitor viajava com a avó com destino a San Francisco, portava uma autorização dos pais para viajar desacompanhado e com visto de turismo para entrar no país, porém, segundo a imigração americana explicou aos pais de Vitor, o adolescente foi detido porque estava matriculado em uma escola pública americana com visto de turista, um dos motivos que pode levar à detenção de adolescentes pelas autoridades do país.

Em San Francisco, a madrinha do adolescente os aguardava e teria feito a matrícula de Vitor numa escola pública – o que levou a imigração a desconfiar que o adolescente iria estudar com o visto de turista – o que, nesses termos, é considerado ilegal.

Os pais alegam que não sabiam da matrícula do filho em escola pública, até então, seria um curso de inglês enquanto passeava.

Tão logo soube da detenção do filho pela própria imigração, o pai de Vitor, Renato Fraga, 42 anos, viajou para Chicago onde procurou autoridades, mas o filho já tinha sido levado para o abrigo. “Perguntei onde meu filho estava e o atendente simplesmente respondeu: ‘não falo com passageiro’. Eu disse que era um pai procurando o filho detido, mas o atendente falou que, ainda assim, eu era um passageiro. Virou as costas, e eu me senti um zé-ninguém ali”, relatou ao UOL.

Autoridades brasileiras

O consulado brasileiro em Chicago está atuando no caso e entrou em contato com uma ONG que cuida dos adolescentes no abrigo. Essa ONG, chamada Heartland Alliance, destinada ao combate do tráfico infantil, é quem faz a intermediação entre o consulado e a imigração americana e foi onde o pai conseguiu conversar com o filho por uma hora, na última sexta-feira.

De acordo com Renato, o filho ocupa um quarto com três adolescentes refugiados do Senegal. “As pessoas que estão no abrigo têm problemas familiares muito maiores. São pessoas sem família, sem ninguém ali, com pais presos ou ilegais nos Estados Unidos. Ele é o único caso de alguém que tem passaporte, visto de turista, com alguém para buscá-lo”, detalhou.

O pai aguarda em Chicago enquanto o caso está sendo resolvido pelas autoridades americanas e brasileiras. O Itamaraty acompanha o caso e o Consulado do Brasil serve como ponte de comunicação entre a família e a direção do abrigo. Segundo o Itamaraty, o caso está sendo tratado como prioridade e que a liberação do rapaz, para retorno ao Brasil, depende de uma decisão final da imigração.

Casos anteriores

Normalmente, adolescentes brasileiros que ficam detidos ao viajar desacompanhados dos pais são levados ao abrigo, onde ficam dias e até meses antes de serem liberados pelas autoridades de imigração.

Em 2016, adolescentes brasileiros tiveram a viagem interrompida pela imigração americana e foram enviados para o mesmo abrigo em Chicago. Anna Beatriz Dutra, Anna Stephanie Radeck e Lilliana Matte, todas com a mesma idade, 17 anos, foram barradas ao passarem pela imigração no aeroporto. Elas viajavam desacompanhadas, mas, apesar de terem autorização assinada pelos pais, as autoridades americanas não permitiram a entrada.

As três garotas foram enviadas ao mesmo abrigo de menores, em Chicago, considerado um dos principais do Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) americano.

Estudar nos EUA com visto de turista

Em junho, o GAZETA publicou uma matéria sobre a dificuldade que alguns pais estão enfrentando para matricular filhos em escolas de Orlando com vistos de turistas. Legalmente falando, não é certo e não é o que a lei dos Estados Unidos diz sobre direitos e deveres de imigrantes. Para estudar no país, principalmente em escola pública, deve-se estar com o visto correto, de estudante.

O grande número de imigrantes que matriculam seus filhos com visto de turista tem feito com que o atual governo repense e coloque em prática leis relacionadas ao caso. Saiba mais sobre isso em

gazetanews.com/brasileiros-enfrentam-dificuldades-para-matricular-filhos-em-escolade-orlando/

Com informações do UOL.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
223