DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Os bastidores da gravação de ‘América’ em Miami

A Mercedes SL 500 conversível veio especialmente para a gravação de mais uma cena de “América” em Miami com a atriz Betty Faria. O carro, emprestado pelo dono de uma locadora de veículos, o brasileiro Fernando Carvalho, custa US$ 110 mil. Só para alugar, a diária sai por U$ 620…

– Tem brasileiro que vem aqui e aluga carros mais caros. Hoje, por exemplo, fechei para um empresário do Brasil uma Ferrari que custa U$ 2.500 por dia – conta Fernando, que não vai aparecer na novela mas precisou entrar em cena para limpar o pára-brisas embaçado pelo forte calor e o potente ar condicionado ligado.

A cena era de Djanira Pimenta, a vilã que posa de empresária importante quando na verdade é uma contraventora com business em Miami. Com um longo rosa, Betty Faria roubou a atenção antes das sessões do 9º Festival Brasileiro de Miami, no Jackie Gleason Theater, em South Beach. Será que era do guarda-roupa de Pimenta ou da atriz?

– E você acha que me visto assim? – indagou às repórteres que preferiram o silêncio. – Rogério Guimarães dá as roupas de Pimenta e aproveitei esse babado todo para usar em Miami. Não é a cara de Miami?

A companhia no luxuoso carro era uma mistura de Júlio Lopes e ator hollywoodiano. Mas se tratava de Marcello Coltro, vice-presidente de vendas e marketing da MGM latina e jurado do festival.

– Mas você não é ator?

– Não, sou amigo de Glória Perez – disse ele, lembrando aos jornalistas que já tinha salvo Sol (Deborah Secco) em outra cena de “América”.

Gravada pela equipe do VideoShow, sob a batuta do diretor Mariozinho Vaz, a cena tem um quê de merchandising. Pimenta dá entrevistas dizendo que foi prestigiar o longa da amiga Betty Faria, atriz e produtora de “Bens confiscados”, ainda inédito nos cinemas. André Marques, que não se incomodava em levantar a camisa e exibir uma cinta por causa de mais uma de suas lipoaspirações na barriga, fez ponta na gravação.

Para dar mais veracidade às cenas de Pimenta, o diretor pede que os fotógrafos e repórteres – que trabalhavam de verdade na cobertura da gravação – fingissem estar tirando fotos de Pimenta.

– É ruim de eu pagar esse mico! – respondeu uma jornalista.

Entre os que aceitaram fazer a figuração estava a repórter do Telecine que, de microfone em punho, se mostrou uma boa atriz. Perguntado se não ia ficar estranho aqueles jornalistas atrás de Pimenta, Mariozinho foi direto:

– Vai ficar um pouco falso, mas é televisão…

Betty Faria queria fazer a cena com José Wilker, que ia ser ele mesmo. O problema é que ela esqueceu de avisar ao ator e presidente da Riofilme que também está no festival de Miami.

– Vai ser o encontro de Giovanne Improtta e Djanira Pimenta? Que coisa mais estranha… – comentou Wilker aos jornalistas.

Já no cinema, Betty avisou que ia gravar sim com ele e que Pimenta o chamaria de “Uilllllquer”. Mas o WILKER recusou o convite.

Sobrou para Luana Piovani que havia chegado aquele mesmo dia em Miami.

– O quê? É novela? Ai meu Deus!

E foi Luana puxada por Betty. Nem a diretora do festival de cinema foi poupada. Adriana Dutra deu uma de atriz e contracenou com Betty.

– É esse o mico? Conversar com Djanira??? – soltou ela depois do diálogo improvisado.

As cenas ainda não têm data para ir ao ar.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
199