DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Origem das palavras: Pessoas ou lugares podem virar coisas?

5692363494_dd55a14f8d_bPor favor, leia as três frases abaixo. Reparem nas palavras destacadas.

1. “Um criminoso foi linchado após tentar roubar um celular no bairro dos Jardins, em São Paulo.”

2. “A banda de Jazz que eu ouvi contava com o som doce, sofisticado e inconfundível daquele saxofone.”

3.“Quem nunca teve vontade de devorar aquele sanduíche enorme?”

Qual será a origem de cada palavra destacada? De onde alguém tirou o verbo linchar? Como chegaram ao nome saxofone para um instrumento musical? E qual a origem do nome sanduíche para designar um lanche?

Sempre gostei muito de estudar a origem das palavras. E algumas delas, em nosso português, são originadas de nomes próprios de pessoas ou lugares que, por alguma característica específica, acabaram emprestando sua identidade a determinadas coisas. O suposto criador, ou local de criação, e o objeto criado possuem uma relação tão próxima que um acaba gerando o nome do outro. Hoje, vamos ver alguns exemplos desses casos. Em português, chamamos a ocorrência de epônimo.

Que tal a gente começar pelo verbo linchar? Você sabe qual a origem? Então, veja só.

De acordo com os dicionários Michaelis e Aulete, o verbo linchar, em português, significa “executar um criminoso por ação coletiva e sem julgamento prévio”. Se pensarmos na origem do vocábulo, o verbo linchar vem do inglês “to lynch”. E isso ocorreu por conta do sobrenome do juiz norte-americano Willian Lynch.

Em meados do século XIX, o juiz Lynch era conhecido por fazer justiça com as próprias mãos. Ele tinha um tribunal privado que era utilizado para julgar os suspeitos de cometer crimes na região da Virgínia. Essa forma de fazer justiça ficou conhecida como a “lei de Lynch”. Por essa razão, o verbo em inglês “to lynch”, que chegou em Língua Portuguesa como “linchar”, significa executar alguém sem julgamento prévio, como em: “Um criminoso foi linchado após tentar roubar um celular no bairro dos Jardins, em São Paulo.”

Agora, vamos falar de música por meio do caso do belíssimo instrumento de sopro chamado “saxofone”. Você conhece a origem dessa palavra?

O nome é francês, formado pela junção de “sax” + o + “phone” (som). A associação entre “phone” e “som” é fácil de entender. Porém, o que dizer do termo “sax”? A origem é do nome Antoine-Joseph Sax, um belga naturalizado francês que gostava de fabricar e inventar instrumentos, como foi o caso do “saxofone”. Sem dúvida, uma criação maravilhosa. Afinal, o som do saxofone é incrível!

Saindo da música, chegamos na comida. Você gosta de um delicioso sanduíche?

A palavra é originada do inglês sandwich. No século XVIII, o conde John Montagu, do pequeno vilarejo de Sandwich, na Inglaterra, ficou cerca de 24 horas jogando cartas. Como não queria parar de jogar, ele pediu para os criados trazerem uma mistura de carne e presunto com pão. Assim, ele podia comer e continuar com as mãos livres e limpas para jogar.

Por conta do nome do vilarejo, esse tipo de alimento, feito com condimentos específicos dentro de um pão, recebeu o nome de sandwich. Em português, ficou sanduíche.

Como falei no começo do texto, as palavras que são originadas de empréstimos nomes são chamadas de epônimos. Sempre achei muito interessante entender a origem dos vocábulos. Além de enriquecer a cultura, podemos saber, ainda mais, sobre a questão ortográfica de cada língua.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Rodrigo Maia
Rodrigo Maia
Graduado em Jornalismo, Radialismo e Letras, Rodrigo Maia é especialista em Língua Latina e mestre e doutor em Língua Portuguesa pela PUC-SP. Atua há 16 anos em redações de jornalismo, em grandes emissoras de TV. Atualmente é colunista da Rede Record e biógrafo na Companhia Editora Nacional (IBEP). Há 12 anos, ministra aulas de Língua Portuguesa na PUC-SP, na Faculdade Belas Artes e no Centro Universitário Ítalo-Brasileiro. Como pesquisador, atua no Núcleo de Apoio à Pesquisa em Etimologia e História da Língua Portuguesa, na USP. Nos Estados Unidos, é membro da American Organization of Teachers of Portuguese. Participe! Mande suas dúvidas para o e-mail rodrigo@gazetanews.com. Quero fazer os textos dessa coluna de acordo com o que os leitores precisam e querem saber. Espero sua mensagem!
227