DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Operação contra pedofilia no BR tem apoio do ICE e prende mais de 100

A operação foi realizada em 24 estados e o DF. Foto: Polícia Civil/Divulgação.

A Polícia Civil realizou uma megaoperação contra a pedofilia com o apoio da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement) em 24 estados brasileiros e no Distrito Federal e prendeu pelo menos 108 pessoas em flagrante, na última sexta-feira, 20.

O foco da operação “Luz da Infância” era ocompartilhamento de fotos pela internet, mas foi além disso e prendeu também suspeitos de abusos sexuais. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão subordinado ao Ministério da Justiça, fez parceria com a Polícia Civil dos estados e de acordo com o Ministério da Justiça a operação contou com 1.108 policiais para mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva. A polícia efetuou um total de 108 prisões, 157 mandados cumpridos e 151.508 arquivos foram rastreados.

Foram presas pessoas em São Paulo (25), Rio Grande do Sul (9), Minas Gerais (9), Goiás (9), Bahia (8), Paraná (6), Distrito Federal (6), Pará (6), Rondônia (4), Sergipe (4), Santa Catarina (3), Tocantins (3), Amazonas (2), Pernambuco (2), Ceará (2), Maranhão (2), Mato Grosso do Sul (2), Rio de Janeiro (2), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Acre (1) e Paraíba (1). Nos estados de Alagoas, Roraima e Mato Grosso não houve prisões, apenas busca e apreensão de materiais.

Materiais foram apreendidos. Foto: Divulgação/Polícia Civil.

Segundo o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o perfil do pedófilo se mostrou variado: de funcionário público a dono de escolinha de futebol. Foi recolhida inclusive uma cartilha que ensinava o passo a passo de como manter a criança sob controle para o abuso.

Não havia previsão de mandados de prisão, mas os presos foram detidos em flagrante com material pornográfico infantil em quatro estados e no Distrito Federal. Só em São Paulo, foram 37 mandados de busca e apreensão na capital, na Grande São Paulo e no interior do estado.

Deep Web

A investigação durou seis meses e foi coordenada pela Diretoria de Inteligência (DINT) por meio de um trabalho de cooperação entre a Diretoria de Inteligência da Senasp e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília – US Immigration and Customs Enforcement- o ICE.

O apoio de agentes americanos foi para desbaratar uma rede que atuava na chamada “deep web” ou “darknet”, a internet obscura, que não pode ser acessada pelos meios convencionais e identificar as pessoas.

O material apreendido pela Polícia Civil em São Paulo inclui vídeos de bebês sendo molestadose uma cartilha com orientações de como segurar crianças, de acordo com o DHPP.

Pena

O armazenamento de arquivos gera uma pena de 1 a 4 anos de reclusão – é um crime afiançável, por isso, os presos por este crime deixaram as delegacias ainda na sexta. Os outros presos, que compartilhavam material, terão penas de 2 a 6 anos de prisão e só o juiz determinará se aguardarão presos ou em liberdade em uma audiência de custódia, que será realizada neste sábado, 21.

Leia também

FBI prende mais de 100 suspeitos de tráfico sexual infantil nos EUA

Com informações da Agência Brasil e G1.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,,

Gazeta News
Gazeta News
223