DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

ONU pede que G8 tome medidas contra a fome no mundo

O Programa Mundial para Alimentos da ONU (PAM) pediu nesta quarta-feira que os líderes do G8 [sete países mais ricos e a Rússia], reunidos em Gleneagles, na Escócia, tomem medidas contra a fome, a principal causa de morte no mundo.

A cada ano, a fome mata mais pessoas nos países pobres que a Aids, a malária e a tuberculose juntas, e apesar dos passos “modestos” para amenizar o problema, a fome continua aumentando nos países pobres, denunciou hoje o PAM.

O programa das Nações Unidas afirmou que, do jeito que as coisas estão, não será possível reduzir a fome pela metade até 2015, uma das Metas do Milênio da ONU.

Um em cada três africanos sofre de desnutrição, e 852 milhões de pessoas no mundo passam fome, 60 milhões a mais que em 1990, segundo os dados do PAM.

O presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, que transmitirá na reunião do G8 a Declaração de Sirte, em que a União Africana pede mais ajuda à comunidade internacional, lembrou que “a comida é a matéria da vida”.

“Em meu país, diz-se que quando a fome é tirada da pobreza, a pobreza é reduzida à metade, por isso é tão crucial darmos hoje máxima prioridade a esse obstáculo para o desenvolvimento”, afirmou Obasanjo em comunicado emitido na Escócia.

Até a próxima sexta-feira (8), os líderes do G8 –Alemanha, Canadá, EUA, França, Itália, Japão, Reino Unido e Rússia– participam de uma cúpula no Reino Unido, país que está na presidência do grupo este ano e que colocou a pobreza entre as prioridades.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
274