DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Olheiros do MoMA buscam arte contemporânea brasileira

De olho na produção contemporânea da América Latina, 80 conselheiros do MoMA (sigla em inglês para Museum of Modern Art), o importante museu nova-iorquino, estão no Brasil para conhecer os centros culturais locais e trabalhos de novos artistas.

Dos contatos, podem sair novas aquisições para a renovação do acervo permanente do museu e das coleções individuais dos conselheiros.

– Sempre nos interessamos por arte latino-americana. No caso do Brasil, atualmente há mais reconhecimento dos trabalhos (nos Estados Unidos). O país produz uma cultura vibrante – elogia o diretor do MoMA, Glenn Lowry.

Ele cita a artista plástica Beatriz Milhazes como exemplo de trabalho que desperta o interesse dos conselheiros, que, além de injetarem dinheiro no museu, emprestam acervo e também fazem doações.

Mas a própria Beatriz, que teve quatro de seus trabalhos comprados pelo MoMA nos últimos anos, relativiza a importância da visita para a descoberta e imediata revelação de novos talentos em Nova York.

– Isso é parte de um processo. O MoMA e o Tate Museum (Londres) estão interessados em internacionalizar seus acervos, mas ainda têm poucas obras da América Latina. Daí a motivação pela pesquisa – diz ela.

O pintor Antônio Dias concorda sobre os efeitos graduais das visitas de representantes dos museus estrangeiros ao Brasil e acrescenta que em todo mundo aumenta o interesse pelo que se produz no país.

– Nossa produção dos anos 50 para cá é desconhecida. E como não apareceu nada de relevante na Europa e nos Estados Unidos, eles acabaram se voltando para o Brasil – avalia. – Mas para que isso se afirme, é preciso que as galerias brasileiras invistam e levem material para fora também – complementa o pintor, que participará da coletiva “Tropicália”, em outubro, no Museu de Arte Contemporânea de Chicago.

Além do Brasil, os conselheiros visitarão a Argentina. Um a parte também esticará a viagem a Santiago. No Brasil, já visitaram Minas Gerais, Brasília e São Paulo. No Rio, passarão pelos museus Casa do Pontal, do Açude e de Arte Moderna (MAM), pelo Instituto Moreira Salles e pela Fundação Eva Klabin.

Participaram de encontro com os conselheiros do MoMA na tarde desta terça-feira, além de Antonio Dias e Beatriz Milhazes, os artistas Rosana Palazyan, PaulaGabriela, José Bechara, Marcos Chaves, Anna Bella Geiger e Enrica Bernadelli.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
200