DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Novo livro conta história de Charles Miller aos ingleses

Um livro lançado nesta terça-feira em Londres resgata a história de Charles Miller, o pioneiro do futebol no Brasil, para seus próprios compatriotas.
O escritor Josh Lacey, autor do livro God is Brazilian (“Deus é Brasileiro”), diz que Miller não foi apenas o homem que levou o futebol ao Brasil. Na verdade, ao desembarcar no porto de Santos com uma bola e a idéia de difundir o esporte, o inglês, nascido em São Paulo, queria levar os valores do império britânico para o Brasil.

“Um dos pontos do livro é mostrar como a Grã-Bretanha era importante para o Brasil no século 19, o que foi completamente esquecido aqui e de uma certa forma também no Brasil”, disse o escritor.

Lacey, em sua viagem ao Brasil, entrou em contato com o fato de muitos brasileiros saberem quem foi Charles Miller, mas muitas vezes de uma forma equivocada.

“Eu peguei um táxi em Salvador e perguntei ao motorista se ele conhecia Charles Miller. Ele disse: claro, foi o homem que inventou o futebol”, contou o escritor que esteve na capital baiana para visitar um bar que leva o nome do inglês.

Idéia

Lacey teve a idéia de escrever o livro há cerca de dez anos, quando descobriu a história de Charles Miller. Nos últimos três anos, Lacey se dedicou ao trabalho de pesquisa e descobriu que, curiosamente, há mais informações disponíveis sobre Miller na Grã-Bretanha do que no Brasil.

“Infelizmente, foi mais fácil aqui do que no Brasil. Generalizando, a Grã-Bretanha é um país que olha para o passado e o Brasil olha para o futuro. O Brasil não se preocupa em conservar bem papéis, arquivos. Aqui as pessoas são obcecadas em guardar pedaços de papel”, explicou Lacey.

Miller, filho de um escocês e uma brasileira de origem inglesa, aos 9 anos trocou a capital paulista por Southampton. Ele voltou ao Brasil 11 anos depois com a idéia de mostrar o então esporte tipicamente inglês aos brasileiros.

“Eu acho que Charles Miller era uma metáfora do império britânico. E, inesperadamente, sua atitude afetou o império”, disse Lacey, referindo-se ao fato de o Brasil ter se transformado no país do futebol, ofuscando a Inglaterra.

“Ele treinava futebol como forma de se manter um cavaleiro vitoriano. Ele levou o futebol para o país para o qual ele foi para impor valores imperiais”, completou Lacey.

O livro, de pouco mais de 200 páginas, traz fotos de Miller em diferentes fases de sua vida e de imagens do Brasil do início do século passado.

God is Brazilian ainda não tem data para sair no Brasil. Lacey diz que existe interesse de algumas editoras brasileiras, mas ainda não há nada de concreto.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152