DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Nova grife de Marcelo D2 faz moda com hip hop no Fashion Rio

O hip hop, que há tempos deixou a periferia para entrar nas pistas de dança de todas as classes sociais, vai ganhar uma nova embalagem com a criação da grife Manifesto 33 1/3, do músico Marcelo D2, em parceria com sua cunhada, a estilista Carol Aguiar.

A marca faz sua estréia no Fashion Rio, que começa nesta terça-feira, no Museu de Arte Moderna. Na passarela, apenas modelos negros e muitos convidados do hip hop, como Djs, Mcs e Bboys (dançarinos de rua).

“O hip hop, no Brasil, evoluiu de várias formas, como o grafite, os Djs, os Bboys. Mas a moda não evoluiu como essas outras áreas”, explicou por telefone a estilista Carol Aguiar.

A idéia da nova marca é reeditar os “clássicos do rap”, com muitas referências ao basquete, futebol americano e estampas de camuflagem.

“Não vai ser uma roupa barata, vai ter qualidade, vai ser um produto bem acabado, com detalhes que agregam valor”, disse Aguiar, citando o preço de algumas peças. Um conjunto de moletom, por exemplo, pode chegar a custar 400 reais, e um terno pode beirar os 2 mil reais. Os jeans vão variar de 150 a 300 reais, com camisetas básicas “mais em conta”.

“Acho que o principal erro das outras marcas de hip hop é ter um bom preço mas não ter um produto legal. O preço é uma consequência”, continuou a estilista, que já trabalhou nas equipes das marcas Osklen e Cavendish.

Marcelo D2, que parece transitar com facilidade no mundo da moda, já foi garoto propaganda de uma grife masculina e já se apresentou para as compradoras da Daslu na antiga sede da loja. Agora, ele ficará apenas nos bastidores da Manifesto.

“O Marcelo palpita em tudo, critica muito e experimenta também. Nada sai daqui sem ele ter aprovado”, explicou a estilista. “Ele pegou tudo aquilo que sabia do hip hop para usar no conceito da marca.”

A grife irá trabalhar com três linhas. A primeira foi chamada de “Grown Man”, com peças de cores mais sóbrias para a noite. Serão camisas sociais, ternos, calças e bermudas de alfaiataria, assinadas pelo estilista Walter Alfaiate.

A linha “College” será mais esportiva, com cores fortes e vibrantes, tecidos tecnológicos e muita malharia. A linha “Soldier”, com calças cargo e camisas de botão, trará peças camufladas, em cores como verde, marrom, caqui e tons de terra.

Muitas das criações vão ganhar estampas feitas pelo grafiteiro Flip, de São Paulo. Segundo Aguiar, cada coleção terá participação de um artista diferente.

A marca começará a vender suas peças somente em agosto, em lojas de multimarcas. A idéia é ter lojas próprias apenas em 2006, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Manifesto 33 1/3 — os números fazem menção à rotação do vinil nos toca-discos do rap — irá fechar o Fashion Rio, no domingo, às 21h.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
200