DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Nobel premia método de criação de moléculas

O cientista Richard Schrock, um dos vencedores do prêmio
Os organizadores do Prêmio Nobel anunciaram nesta quarta-feira na Suécia que os ganhadores do Nobel de Química deste ano são o francês Yves Chauvin e os americanos Robert H. Grubbs e Richard R. Schrock.
A decisão premia o trabalho dos cientistas no desenvolvimento de um processo químico que permite a criação de novas moléculas para uso na indústria farmacêutica e para a produção de plásticos e substâncias químicas não-poluentes.

O trabalho dos cientistas com o desenvolvimento do método de metátese em sínteses orgânicas recebeu elogios da academia sueca.

A pesquisa aprofundou o conhecimento sobre as formas como são estabelecidas e rompidas as ligações entre átomos de carbono.

O processo facilita a criação de grande número de moléculas, possibilitando que elas sejam projetadas para que os resíduos químicos não prejudiquem a natureza.

“Isso representa um grande passo para a ‘química verde’, reduzindo o lixo potencialmente perigoso por meio de produção mais inteligente”, disse um comunicado do comitê julgado do Nobel.

“A metátese é um exemplo de como a importante ciência básica é aplicada para o benefício do homem, da sociedade e do meio ambiente.”

Yves Chauvin é diretor de pesquisa do instituto francês do petróleo da cidade de Rueil Malmaison, nos arredores de Paris.

Robert Grubbs é professor do California Institute of Technology, e seu colega americano Richard Schrock leciona química no Massachusetts
Institute of Technology (MIT).

Física e Medicina

Nesta terça-feira, a Fundação Nobel já havia anunciado que o prêmio de Física será entregue a três cientistas, os americanos Roy Glauber e John Hall e o alemão Theodor Hänsch, por descobertas na área da óptica que permitiram o desenvolvimento de um sistema que usa lasers para determinar freqüências com absoluta precisão.

Na segunda-feira, havia sido anunciado o Prêmio Nobel de Medicina, que será entregue aos australianos Barry J. Marshall e J. Robin Warren por descobertas relacionadas ao surgimento de úlceras no sistema digestivo.

Os prêmios serão entregues no dia 10 de dezembro em Estocolmo.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152