DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Nasa investiga pedaço solto em decolagem do Discovery

Missão é 1ª de um ônibus espacial desde a explosão do Columbia
A agência espacial americana, a Nasa, abriu uma investigação a respeito da queda de pedaços do ônibus espacial Discovery que se soltaram durante a decolagem na terça-feira.
O Discovery partiu do Kennedy Space Center, na Flórida, às 10h39 (horário local, 11h39 no horário de Brasília) desta terça-feira, para uma missão de 12 dias.

A agência afirma que vai tentar descobrir se o fato põe a missão sob algum tipo de risco – a queda de um pedaço do tanque na missão do Columbia, em 2003, abriu um buraco no revestimento da nave que provocou a desintegração da nave na reentrada.

A ponta do tanque de combustível externo do Discovery também se desprendeu e atingiu uma ave durante o lançamento no Kennedy Space Center, na Flórida.

Os astronautas a bordo do Discovery, que está na órbita da Terra, devem sair da nave para analisar os possíveis danos. A tripulação deve usar o braço mecânico da nave que, com uma câmera, deverá inspecionar o nariz e asas do ônibus espacial.

Quando o Discovery atingir seu destino, a Estação Espacial Internacional, os tripulantes poderão também fotografar a parte de baixo do ônibus.

Esse é o primeiro vôo de um ônibus espacial da Nasa desde fevereiro de 2003, quando o Columbia explodiu ao reentrar a atmosfera.

Veja uma galeria de fotos com imagens do lançamento

Veja as mudanças na estrutura do Discovery para a jornada

Vídeos

O gerente de operações de vôo da Nasa, John Shannon, mostrou imagens gravadas em vídeo em que, aparentemente, um pedaço de uma placa de revestimento para proteção contra o calor se desprendia da parte de baixo do Discovery.

Com isso a nave ficou com uma espécie de mancha branca de pouco mais de três centímetros perto das portas do compartimento do trem de aterrissagem, na parte da frente do ônibus espacial.

“Isto é muito interessante e vamos conseguir fotos melhores disto no terceiro dia da missão”, disse Shannon aos jornalistas.

O gerente de operações de vôo afirmou que esta parte que se desprendeu pode ser simplesmente parte da cobertura escura da parte de baixo do ônibus, que foi danificado e expôs a placa de proteção contra o calor.

Mas Shannon também afirmou que é possível que a própria placa de proteção tenha sido cortada.

Shannon também mostrou a jornalistas o vídeo em que um objeto escuro aparece se desprendendo do tanque de combustível externo.

Os especialistas ainda não podem determinar o tamanho do pedaço que se soltou, mas afirmam que não parece ter atingido o ônibus espacial.

Suprimentos

Os sete tripulantes do Discovery vão levar novos suprimentos para a Estação Espacial Internacional e testar medidas de segurança criadas após o acidente com o ônibus espacial Columbia, em 1º de fevereiro de 2003, em que morreram sete astronautas.

“Em nome de muitos milhões de pessoas que acreditam profundamente no que fazemos, boa sorte, vão com Deus e divirtam-se um pouco lá em cima”, disse o diretor de lançamentos da Nasa, Mike Leinbach, à comandante Eileen Collins e sua tripulação, pouco antes da partida do Discovery.

Foi a segunda tentativa da Nasa de iniciar a missão do Discovery na atual janela de lançamentos. A tentativa anterior, em 13 de julho, teve que ser abortada devido a uma falha em um sensor de combustível.

Durante os próximos dias, uma série de injeções de combustível vão gradualmente aumentar a altitude do Discovery.

Ônibus espacial vai testar novos dispositivos de segurança

A agência espacial americana diz que aprendeu as lições de segurança deixadas pelo desastre com o Columbia, que se tornou o vôo de um ônibus espacial mais investigado da história.

O Columbia se desintegrou ao tentar reentrar na atmosfera da Terra. Gases superaquecidos entraram em um buraco aberto na asa do ônibus espacial, durante a decolagem, por um pedaço de espuma, do tamanho de uma mala, que se soltou do tanque de combustível externo.

A Nasa posicionou um número muito maior de câmeras no solo e no ar para monitorar o lançamento do Discovery com o máximo de detalhes possível.

O ônibus espacial vai levar peças e suprimentos para a estação e testar novos dispositivos de segurança como um kit de reparos para placas antitérmicas e um braço robótico de mais de 15 metros que vai inspecionar o Discovery em órbita.

A previsão é de que a missão espacial termine com a aterrissagem do Discovery no Kennedy Space Center às 5h45 (horário local) do próximo dia 7 de agosto.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196