DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Mulher que matou quatro filhos e o marido na Geórgia dispensa advogado

Share

Imagem: facebook Izabel Martinez.

Durante a primeira audiência nesta sexta-feira, 7, em um tribunal da Geórgia, Isabel Martínez, 33 anos, disse ao juiz do condado de Gwinnett, Michael Thorpe, que não quer um advogado.

Martínez é latino-americana e foi acusada, na quinta-feira, 6, de esfaquear e assassinar quatro de seus filhos, além do marido, e esfaquear outra criança, em um subúrbio do norte de Atlanta, de acordo com autoridades locais.

Ela enfrenta cinco acusações de assassinato, seis de agressão grave e outro por tentativa de homicídio de outra criança, disse a polícia do Condado de Gwinnett.

A criança ferida, uma garota de 9 anos, sobreviveu, mas permanece hospitalizada com lesões descritas pela polícia como graves.

Um dos cinco filhos, Diana Romero, sobreviveu ao ataque, mas ainda está internada em estado crítico e acredita-se que ela permaneça no hospital pelas próximas duas semanas, segundo o relatório oficial.

Foram assassinados o pai das crianças e marido de Martinez, Martín Romero, de 33 anos, e quatro crianças: Axel, de 2 anos; Dillan, de 4; Dacota, de 7; e Isabel, de 10 anos.

O brutal ataque aconteceu na residência da família, em Loganville. A mãe teria permanecido na casa ao lado dos cadáveres por pelo menos 24 horas, antes de notificar a polícia, pouco antes das 5h (hora local) de quinta-feira, conforme foi relatado ao Departamento de Polícia do Condado de Gwinnett.

A família tinha mudado de Illinois para a Geórgia há cerca de um mês e, de acordo com os vizinhos, a mãe estava deprimida por conta da morte recente de seu pai.

Segundo alguns relatos, Isabel não estava bem por não ter conseguido viajar para o México onde ocorreu o funeral de seu pai.

Antes do início da audiência nesta sexta, Martinez sentou-se com outros presos e colocou poses para câmeras de jornais – sorrindo, fazendo sinal de “joia”, colocando as mãos em uma posição de oração e afastando os braços.

Com informações da revista Time.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share

Tags: ,

Gazeta News
Gazeta News
377