DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Momento Histórico

O último final de semana marcou de forma mais que especial a comunidade brasileira no Sul da Flórida com a realização simultânea dos eventos Focus-Brazil 2007, II Congresso Internacional de Cultura e Mídia Brasileira e a décima edição anual do Brazilian International Press Award.
O sucesso dessas duas realizações foi atestado pela notável repercussão obtida junto aos mais de 2.000 participantes nos dois eventos, cerca de 500 no Congresso, um aumento de 60% no atendimento registrado em 2006 e os 1.500 que compareceram aos shows de premiação do Press Award e celebração musical com Roberto Menescal.
O Congresso dem arcou seu espaço e se projeta como um relevante encontro internacional de exposição da cultura brasileira. Só tende a crescer e se tornar mais e mais relevante, graças não só ao apoio de corporações comprometidas com a imagem positiva do Brasil, como também pela alicerce oferecido pela credibilidade e estrutura do Broward Center for the Performing Arts.
O Press Award comemnorou os 10 anos seguramente com o show mais sofisticado e bem montado de toda a sua história, brindando a platéia (também em número recorde) com pelo menos quatro momentos memoráveis: as homenagens aos decanos da imprensa brasileira no exterior e as professores de Português, e as entregas dos “Lifetime Achievement Awards” aos célebres Ana Maria Machado e Roberto Menescal.
O prêmio atingiu a maioridade e é um sucesso consumado.
Mas há algo de enorme importância que aconteceu também neste final de semana em Fort Lauderdale e que significa um marco histórico na trajetória da presença comunitária brasileira nos Estados Unidos.
O que muitos consideram impossível, no mínimo improvável, aconteceu: a fundação da Associação Brasileira de Imprensa Internacional.
Reunir as empresas de comunicação voltadas para a comunidade brasileira no exterior era um sonho antigo de muitos empresários desse setor.
O sonho convivia com um pesadelo. A crença que imperava era de que seria impossível reunir numa mesma mesa, num mesmo ambiente e em clima de união, antigos desafetos e históricas inimizades.
Os autores dessa proeza são Roberto Lima, fundador e editor-chefe do Brazilian Voince de New Jersey e Edilberto Mendes, editor-chefe do The Brasilians de New York.
A partir da semente plantada em 2006, eles traçaram um plano, levaram um ano fazendo contatos e sensibilizando os empresários da área para culminar esse processo com quatro reuniões preparatórias, em Newark, Boston e Fort lauderdale.
O resultado prático é que a ABI-Inter emergiu com diretoria eleita, representativa da mídia comunitária brasileira em todas as regiões dos Estados Unidos e Japão, com um estatuto aprovado e metas plenamente definidas.
O mais interessante é que os depoimentos entusiasmados dos mais de 40 “fundadores” da entidade, revelaram em sua unânimedade um grande empenho para que a idéia de desunião e desinteresse pelas causas comuns seja definitivamente sepultada.
Se a nascente ABI-Internacional vai vingar ou não, é uma outra questão.
Tudo indica que dessa vez a formação dessa entidade tão necessária à imagem e representatividade brasileira no exterior, será para valer.
Que a ABI Internacional venha para estimular a qualidade, exercer um controle ético, aprimorar o papel da mídia comunitária, estreitar os laços entre as empresas sérias do setor e inibir ao máximo possível a ação predatória dos picaretas, oportuniats e vilões, antes tão comuns e hoje, apesar da grande evolução que vivemos, ainda circulam na área.
Como empresário e profissional do setor, saúdo com grande entusiasmo a ABI-Internmacional e me sinto orgulhoso em ver que a luta de todos nós enxerga, de fato, uma luz no fim do túnel.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
166