DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Mexicana, mãe de 4 filhos americanos, é deportada após ser parada no trânsito

A mexicana morava há 17 anos nos EUA com o marido e os filhos, que são cidadãos americanos. Foto: arquivo pessoal.

A mexicana Beatriz Morelos Casillas, de 37 anos, foi presa em Cleveland, Ohio, no dia 24 de julho por dirigir sem licença e ser indocumentada, e foi deportada para o México na última terça-feira, dia 1.

Apesar de morar nos Estados Unidos há 17 anos e ter filhos que nasceram em solo americano, Casillas não possui documentos legais para viver no país. Ela foi enviada para Nuevo Laredo, uma violenta cidade fronteiriça mexicana controlada pelo cartel Zetas e conhecida pela travessia ilegal de imigrantes.

Casillas vivia com o marido e os quatro filhos, de 4 a 12 anos, em Painesville, ao norte de Cleveland, nos últimos 17 anos. Os quatro filhos são cidadãos americanos e o marido está no país com visto (não foi descrito qual). “Ela está assustada, acredito que ela está mais assustada pelos seus filhos do que por ela agora”, relatou o sobrinho Christian Morelos à CBS News.

Segundo a advogada e familiares, a mexicana não tem histórico criminal e estava voltando para casa após o trabalho na fábrica, onde trabalha sete dias por semana, quando foi parada no trânsito.

A advogada de imigração Elizabeth Ford, que representa a família, ressaltou que “O que aconteceu com Beatriz foi o resultado direto da nova administração (Trump) e as políticas que foram dadas ao ICE. Pessoas com nenhuma história criminal estão sendo informadas de que devem deixar o país em um período de tempo muito curto, quando eles construíram uma vida inteira aqui com crianças e casas e famílias e empregos”, disse.

A advogada entrou com pedido de estadia para a mexicana, no entanto, considerando as deportações em massa ocorrendo desde que o governo Trump priorizou a deportação de imigrantes indocumentados, acredita ser pouco provável que concedam.

De acordo com Ford, do modo que funcionam as leis de imigração dos EUA atualmente, sua cliente não conseguiu se tornar uma cidadã americana durante todos esses anos.

“É absolutamente impossível para as pessoas em sua situação corrigir seu status com a forma como as leis são escritas agora. Se ela pudesse corrigir seu status, ela absolutamente teria feito, como as outras pessoas “, disse Ford.

O diretor interino do ICE, Thomas Horman, disse que sua agência está simplesmente fazendo seu trabalho na prisão de imigrantes que não possuem documentação.

O ICE tem enfrentado críticas por deixar os deportados no estado de Tamaulipas – um dos mais perigosos do México, segundo o Departamento de Estado dos EUA e onde dois imigrantes deportados também de Ohio foram sequestrados assim que chegaram.

Com informações do News5 Cleveland.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News
197