DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Menos vistos para temporários

O senado aprovou emenda ao projeto de reforma da imigração, reduzindo de 400 mil para 200 mil ao ano o número de vistos para trabalhadores temporários. A emenda foi aprovada por 74 votos a 24 e foi criticada pelo presidente George W. Bush.

O secretário de Comércio, Carlos Gutiérrez, disse que a mudança, proposta pelo senador democrata Jeff Bingaman, interferiria em um “componente central” da medida respaldada pela Casa Branca. O plano original previa a concessão de 400 mil vistos de trabalho anuais, com opção de aumento até o limite de 600 mil, de acordo com as necessidades de mercado.

– A emenda Bingaman eliminaria esta flexibilidade crucial e reduziria à metade o programa de trabalhadores temporários – disse Gutiérrez em um comunicado.

Os comentários surgem em um momento em que o governo convocou o Senado a aprovar a legislação de imigração, apesar das críticas por parte de pré-candidatos presidenciais e legisladores de ambos os partidos.

– A proposta oferece uma solução muito necessária para o debilitado sistema migratório de nosso país – afirmou a Casa Branca em nota pública. “Esta proposta proporcionará um sistema de imigração seguro, produtivo, ordenado e justo”, afirma a nota.

A medida daria status legal, rapida-mente, a cerca de 12 milhões de imigrantes indocumentados que já se encontram no país, ao mesmo tempo em que reforçaria a segurança de fronteira. Também criaria um novo sistema de fiscalização nos locais de trabalho para proibir que os indocumentados consigam empregos.

Além disso, estabeleceria um sistema de pontos para aqueles que desejem imigrar no futuro, de acordo com o qual daria menos ênfase aos vínculos familiares e mais à educação e à especialização, de acordo com as necessidades das empresas norte-americanas.

O plano “constitui, no mínimo, um experimento radical de engenharia social e um distanciamento de nossa tradição de que as famílias e os empregadores convidem imigrantes”, disse o senador democrata Barack Obama acrescentando que lutará contra ele.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153