DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Menino tem de amputar perna após ataque de tubarão

Animais estão sendo atraídos para a costa pelas águas mais quentes
Um adolescente ficou gravemente ferido no segundo ataque de tubarão na Flórida em três dias.
Craig Hutto, de 16 anos, teve de ter a perna direita amputada.

Hutto, do Estado de Tennessee, foi atacado na coxa enquanto pescava camarões na cidade de Cape San Blas, no norte da Flórida.

Os dois amigos que estavam com ele tentaram afastar o tubarão e acabaram conseguindo levar Hutto para a praia, onde um médico que estava no local por acaso deu início ao tratamento da ferida.

“Ele (o tubarão) pegou as principais artérias na perna direita”, disse um capitão da polícia local, Bobby Plair. “Houve muita perda de sangue.”

O jovem foi em seguida transportado em um avião até o hospital. A sua condição é considerada grave após a operação, mas ele deve sobreviver.

Ataque mortal

No sábado, a adolescente Jamie Daigle, de 14 anos, morreu depois de ser mordida na perna por um tubarão, na mesma região da Flórida.

Daigle estava nadando em uma pequena prancha a cerca de 100 metros da costa, quando o animal a atacou.

Ela foi resgatada por um surfista, mas não resistiu à grande perda de sangue que sofreu.

As praias da região foram fechadas até esta terça-feira de manhã.

No ano passado, a Flórida registrou 12 ataques de tubarão (nenhum deles fatal), menos da metade de 2003, quando, com 30 casos, o Estado teve o maior número de ataques no mundo, segundo a Universidade da Flórida.

Erich Ritter, do Instituto de Pesquisa sobre Tubarões, disse à agência de notícias France Presse que as águas mais quentes dessa época do ano, verão no hemisfério Norte, podem ter atraído os tubarões para a costa.

Especialistas dizem que é improvável que um só animal seja responsável pelos dois ataques.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196