DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Melatonina: saiba mais sobre esse hormônio

Share

A melatonina é um hormônio que está presente nos vertebrados e é produzida por uma glândula chamada pineal. Essa glândula se localiza dentro da caixa craniana e é chamada por muitas pessoas de terceiro olho. Algumas funções são atribuídas a essa glândula como sendo a sede da alma, por aumentar a sexualidade, prevenir infecções, aumentar a disposição e a longevidade. Se você está achando estranhas essas afirmações, devo dizer que estão todas em um dos mais reconhecidos livros médicos, o Tratado de Fisiologia Médica, dos autores Guyton e Hall. Mais estranho ainda são os comentários desse livro sobre esse hormônio e, em um livro de 1.115 páginas, foi dedicado a essa glândula e ao seu hormônio melatonina, apenas meia página. No mínimo, estranho.

O hormônio melatonina é produzido influenciado pelo ciclo claro-escuro. Explicando melhor. A glândula é inibida pela luminosidade percebida através dos olhos. Quanto mais luz for percebida, menos hormônio melatonina a glândula pineal irá produzir. Uma das principais funções do hormônio melatonina é induzir o sono, mas muitos efeitos são causados por esse hormônio, como a função anti-inflamatória, prevenção do câncer, tratamento da doença de Parkinson, enxaqueca e ainda outras funções, como no combate à obesidade.

Se a luz inibe a produção do hormônio, o período escuro irá estimular e, assim, a melatonina age induzindo o sono. Por isso, a suplementação com esse hormônio está sendo muito utilizada por pessoas que têm problema para dormir. A melatonina tem mais vantagem em relação aos medicamentos tradicionais para indução do sono porque estes possuem muitos efeitos colaterais desagradáveis, o que não ocorre com a melatonina.

A relação da melatonina com a diminuição da obesidade não é direta, ou seja, não é a melatonina que vai agir e diminuir a obesidade, mas sim o fato de que a pessoa que usa a melatonina para dormir melhor tem a possibilidade de emagrecer, pois a falta de sono ou a má qualidade do sono induz à obesidade. O uso da melatonina não é muito antigo e, é claro, que é necessário critério e mais estudos para elucidar totalmente os efeitos do uso da melatonina como suplemento, mas já está sendo divulgado na mídia não-científica possíveis efeitos colaterais do uso da melatonina. Antes de comentar esse efeito, vou reforçar que não há estudos falando a respeito.

O que está sendo divulgado é que o uso da melatonina pode aumentar as manchas da pele. Além de não ter encontrado respaldo em trabalhos científicos com relação a isso, é importante comentar que parece que não há fundamento. A melatonina promove a contração das estruturas que contêm a melanina, os melanócitos, local onde está o pigmento da nossa pela. Fazendo isso, o efeito é justamente o oposto, a consequência seria o clareamento da pele e é isso que ocorre nos animais quando esse hormônio é liberado. Como sempre, muitas pessoas falam, escrevem e divulgam sem antes fazer uma boa pesquisa a respeito do assunto.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share

Tags: ,,

Ivani Manzzo
Ivani Manzzo
Dra. Ivani Manzzo é doutora em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP – EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Em 2010 iniciou seus estudos em Life Coach e desde então trabalha ajudando as pessoas a alcançarem seus objetivos.
214