DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Mais de 340 pessoas morrem em terremoto no Irã e Iraque

Terremoto Irã. Foto: Ako Rasheed Reuters.

Um terremoto de magnitude 7,3 atingiu a fronteira entre o Iraque e o Irã no último domingo, 12, deixou mais de 340 mortos e 6,2 mil feridos, de acordo com informações das mídias estatais locais.

Segundo as autoridades locais que trabalham no resgate, o número de vítimas pode aumentar e os trabalhos de resgate e de retirada de escombros continuam nesta manhã de segunda-feira.

A maior parte das vítimas foi no Irã, onde 341 pessoas morreram e 5.953 ficaram feridas, de acordo com a agência iraniana Irna. Apenas na província de Kermanshah, que fica em uma região rural e montanhosa, o número de mortos chegou a 328, e o de feridos passou para 3.950. O vice-ministro de Saúde do Irã, Qasem Yan Babaie, afirmou à agência de noticias IRNA que é muito provável que o número de vítimas siga aumentando.

No Iraque, até o momento 7 mortes e pelo menos 300 feridos foram confirmados.

O tremor ocorreu às 21h18 (horário local)e também foi sentido na Turquia, em Israel e nos Emirados Árabes Unidos, além da capital iraquiana, Bagdá. O epicentro foi registrado a 22 km da cidade iraquiana de Derbendîxan e a 52 km da cidade iraniana de Sarpol-e Z̄ahāb, segundo o Serviço Geológico dos EUA (USGS).

Moradores fogem durante tremor no Irã. Foto: Tasnim/Reuters.

Das várias províncias do Irã, a mais atingida foi Kermanshah que anunciou três dias de luto. Além de Kermanshah, as populações de Ghasr Shirin, Sarpul e Azgale foram as mais afetadas. Mais de 90 das vítimas estavam na cidade de Sarpol-e Zahab, em Kermanshah, a cerca de 15 km da fronteira. O principal hospital da cidade também foi atingido.

Várias cidades iranianas e iraquianas estão sem energia elétrica e milhares de pessoas foram para ruas e parques em ambos os países, mesmo com o clima frio, pelo medo de novos tremores.

O Vermelho Crescente, representante da Cruz Vermelha no Irã, diz que mais de 70 mil pessoas precisam de acomodações de emergência. O governo da região autônoma do Curdistão, no Iraque, informou que há quatro mortos e mais de 500 feridos na província de Suleimaniya.

O Irã fica situado em uma região com diversas falhas geológicas grandes e é um dos países mais ativos do mundo sismicamente. Em 2003, um terremoto de magnitude 6,6 destruiu a cidade histórica de Bam, no sudeste do país, matando cerca de 26 mil pessoas.

Com informações da Reuters.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News
223